Copagril bate o Marreco pela LNF

A Copagril/ Sempre Vida/ Sicredi segue subindo degraus na classificação da Liga Nacional 2017. Nesta sexta-feira (07), os rondonenses bateram o Marreco, de Francisco Beltrão, por 2 a 1, no ginásio Ney Braga, e conquistaram sua quinta vitória na competição, a terceira consecutiva, chegando a 17 pontos e ocupando momentaneamente a 5ª colocação.

O jogo

Quem chegou um pouco atrasado ao ginásio ficou sem ver o primeiro gol da partida, que saiu em um lance incomum. Logo aos 43 segundos de bola rolando, Eduardo Jabá pressionou Richard e conseguiu cortar o passe. Com o goleiro Paulo Vitor fora da meta, a bola foi morrer devagar nas redes beltronenses. Mas apesar do gol sofrido no início, foi o Marreco quem dominou as ações. Aos 8’, Sinoê recebeu de Pedro na entrada da área e carimbou o travessão. Depois disso começou a brilhar a estrela do goleiro Baranha, que estava em noite inspirada. Aos 11’, após Vitor errar a cobrança de lateral, Sinoê bateu forte e Baranha espalmou. A única vez que o camisa 1 não conseguiu salvar foi aos 12’55’’. Em linda triangulação que começou com Guina, Pedro avançou em velocidade e deixou Sinoê livre na área para empatar. Faltando 25 segundos para o encerramento da primeira etapa a Copagril chegou ao segundo gol em lance de bola parada. Cristian Alfinete cobrou falta para Eduardo Jabá, que mandou uma bomba no ângulo de Paulo Vitor para recolocar a Copagril na frente.

Após o intervalo os rondonenses não conseguiram chegar nenhuma vez com grande perigo. Já do outro lado Baranha ‘garantiu o bicho’ para a Copagril. Nos primeiros minutos, Pedro e Kauê esbarraram no arqueiro rondonense. Aos 6’, Fabiano chutou no pé da trave. Na sobra, Banana bateu forte e Baranha fez um verdadeiro milagre para impedir o empate. Aos 12’, Barbosinha recebeu de Suelton e, com Baranha já batido no lance, foi a vez de Pelé tirar em cima da linha e salvar a Copagril. Faltando dois minutos, Kauê passou a jogar como goleiro-linha, mas a defesa rondonense conseguiu segurar a pressão do Marreco. Faltando 17 segundos, Guina reclamou com a arbitragem e recebeu o segundo cartão amarelo. Com um jogador a mais a Copagril ainda teve uma última chance para ampliar com Ian, mas Paulo Vitor defendeu.

Artilheiro da noite com dois gols, Eduardo Jabá destacou a importância de vencer as partidas em casa e falou sobre os gols marcados nesta noite: “Sabemos da qualidade do Marreco, que tem um investimento muito alto, mas em casa temos que vencer e garantir os três pontos na tabela. O primeiro gol foi na sorte, e o segundo saiu em jogada trabalhada de falta durante a semana, e graças a Deus consegui acertar um belo chute. É isso aí, agora é bola pra frente”.

O próximo desafio da Copagril será  mais uma vez pela Liga Nacional. No dia 14, o time do técnico Paulinho Sananduva vai a Belo Horizonte enfrentar o Minas, às 20h15, na Arena Minas.

Homenagem

Antes da partida entre Copagril e Marreco, os atletas e comissão técnica que fizeram parte do elenco 2016 do time rondonense receberam as medalhas do 3º lugar da Liga Nacional, inclusive os atletas Barbosinha e Kauê, que hoje vestem a camisa do Marreco.

12ª rodada

Além de Copagril 2 x 1 Marreco, a Liga Nacional teve nesta sexta-feira (17), mais três jogos: Magnus 3 x 3 Assoeva, Tubarão 3 x 1 Minas e Intelli 0 x 2 Concórdia.

Neste sábado (08), serão disputados mais duas partidas pela 12ª rodada: Foz Cataratas x Guarapuava e Pato x Jaraguá. No domingo (09), jogam Joinville e Corinthians.

 

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *