Mesmo envolto na disputa das finais do Campeonato Paranaense, o Coritiba pensa no início do Brasileirão, no meio de maio. Na contramão do que disse o vice-presidente do clube Alceni Guerra, que não vê carências no elenco, o treinador Gilson Kleina diz que espera manter os jogadores que estão no clube e enxerga a necessidade de contratações para suportar a maratona do campeonato nacional.

FICHA TÉCNICA: veja como entram em campo Coritiba e PSTC

“Temos o foco no Paranaense, mas é obvio que também temos uma visão paralela. Se puder terminar esse campeonato e começar o Brasileirão com uma força ainda maior, é o ideal”, declarou.

Diante do PSTC, neste sábado (23), às 16 horas, no Couto Pereira, partida que pode perder por até dois gols que ainda assim garante a classificação à final, pois venceu a ida por 3 a 0, o técnico Gilson Kleina pregou seriedade para confirmar a vaga mas projetou o futuro alviverde na temporada. Segundo o comandante, a ideia da comissão técnica é seguir com o grupo do Estadual intacto e ainda aumentar as opções do elenco.

Sobre as especulações da última semana, que apontam o interesse do Flamengo pelo zagueiro Juninho, e do Botafogo pelo artilheiro Kléber, Kleina não vê problemas e acredita que o bom futebol dos atletas é o motivo da cobiça de outros times sobre eles. “Nossos atletas estão valorizados, a gente vê isso pelos clubes que tem interesse nos nossos jogadores. Acho normal pelo que eles vêm jogando”, ressaltou.

Segundo o treinador, esse período do ano é marcado pelo aquecimento do mercado de transferências, já que os regionais estão chegando ao seu final, e as equipes buscam contratar para encarar o longo calendário do Campeonato Brasileiro. Kleina aponta que, apesar de já ter um time já encaminhado para a temporada, o Coxa está prestando atenção em jogadores que possam reforçar o clube. “Quando terminam os estaduais, começa a efervescer o mercado. Estamos atentos e, se tiver que fazer alguma contratação, que seja para aumentar o nível da equipe”.

O técnico alviverde ressalta que conhece a realidade financeira do clube e destaca a gestão que vem sendo feita pela diretoria. Mesmo vendo as dificuldades, Kleina acredita que o Coritiba não vai desperdiçar oportunidades de qualificar o elenco. “Sabemos que o clube está ajustando a parte financeira. Os profissionais estão trabalhando para organizar o clube, e as coisas fora de campo estão avançando. O Coritiba tem que qualificar o elenco, tem todo o ano pela frente e precisa ter reposição para a gente fazer um campeonato seguro”, afirmou, sobre o objetivo traçado por Alceni Guerra, de ficar entre os 10 melhores do nacional.

Time

O técnico Gilson Kleina tem problemas para escalar o Coritiba para a partida com o PSTC, principalmente no meio de campo. Além da suspensão do volante Alan Santos, os dois titulares da criação alviverde, Dudu e Juan, estão fora do jogo. No treinamento desta quinta, Dudu sofreu uma entorse no tornozelo direito e Juan sentiu um problema muscular na coxa. Os dois deixaram a atividade e realizam exames na tarde desta sexta (22) para detectar a extensão das lesões. A dupla preocupa a comissão técnica. Com isso, o setor terá as entradas de Amaral na proteção à zaga, Thiago Lopes e Vinícius na armação. O time poderá contar também com os retornos do lateral Carlinhos e do atacante Kléber, artilheiro do torneio com 12 gols, que cumpriram suspensão na ida, no interior do estado.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/04/22/Esportes/Imagens/Cortadas/ficha coritiba-k3ZE-ID000002-1024x1134@GP-Web.jpg

Fonte: GazetadoPovo

Related Posts

Facebook Comments