Empate coloca Cascavel e Marechal no topo da tabela

Por alguns minutos, a Copagril Futsal liderou a Chave Ouro 2017. Mas após chegar estar vencendo o Cascavel por 2 a 0, nesta terça-feira (22), no ginásio Ney Braga, os rondonenses cederam o empate ao rival  e permaneceram um ponto atrás dos cascavelenses, que agora lideram o Estadual, com 30 pontos, faltando cinco rodadas para o encerramento da 1ª fase. Copagril e Pato vêm logo atrás, com 29.

O jogo

A primeira etapa do clássico até foi movimentada, mas poucas chances claras foram criadas e nenhum gol assinalado. A Copagril chegou mais vezes à meta adversária, mas o goleiro Ale Falcone, que teve uma rápida passagem pela Copagril no início desta temporada, apareceu bem para defender os arremates de Pelé, Poleto e Cristian Alfinete. Do outro lado, Baranha teve que trabalhar apenas uma vez, no chute rasteiro de Rafael.

Na volta do intervalo a Copagril começou com tudo, e não demorou para abrir o placar. Aos 1’46’’, Baranha fez a reposição rápida com a mão e pegou a defesa do Cascavel mal posicionada. Gustavinho matou no peito e tocou na saída de Ale Falcone. O goleiro conseguiu defender parcialmente, mas Pedala apareceu na segunda trave para mandar para as redes.

Embalada, a Copagril ampliou em seguida, em jogada ensaiada de falta. Aos 2’38’’, Cristian tocou na linha de fundo para Vitor, que devolveu para o meio, onde Gustavinho apareceu para tocar cruzado com muita categoria e tirar do alcance de Ale: 2 a 0.

Mas antes de se estabelecer em quadra com dois gols de vantagem, a Copagril falhou na defesa e permitiu o início da reação dos visitantes. Aos 3’14’’, após saída de bola errada do time rondonense, Ernandes aproveitou para chutar forte no canto direito de Baranha e anotar seu 16º gol na Chave Ouro, se isolando na artilharia. O gol sofrido não chegou a abalar a Copagril, que seguiu criando boas oportunidades, como em dois chutes violentos de Cristian Alfinete e Caio Barros, mas parou nas grandes defesas de Falcone. Quando o Cascavel voltou a atacar com perigo, foi fatal. Aos 11’03’’, após boa troca de passes no setor ofensivo, Issamu recebeu na linha de fundo e tocou para dentro da área, onde Adeirton apareceu para ganhar a disputa com a defesa e deixar tudo igual.

Precisando vencer para assumir a liderança, a Copagril não desistiu e criou mais duas ótimas chances, com Parrel, aos 12’, e Vitor, aos 16’, mas nas duas vezes Ale Falcone impediu a vitória rondonense. No chute de Vitor, a bola ainda explodiu na trave.

Após a partida, o pivô Poleto, que retornou de lesão no clássico, avaliou o empate com Cascavel. “Nosso time estava bem no jogo, criamos outras oportunidades, mas acabamos dando o primeiro gol para eles em uma saída de bola infeliz aqui atrás, mas isso acontece. Não podemos abaixar a cabeça, a gente vem em uma crescente boa nas duas competições. Agora é descansar porque no sábado já temos outro jogo difícil lá em Pato Branco e vamos em busca da vitória para chegar nas cabeças da Liga também”, destacou, já de olho no próximo desafio da Copagril, sábado (26), às 20h15, no ginásio Dolívar Lavarda, pela Liga Nacional.

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *