Na estreia do técnico Paulo César Carpegiani, o Coritiba chegou a sofrer um golaço de sola, mas venceu a Ponte Preta por 3 a 1, no Couto Pereira, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (7).

Os gols dos mandantes foram marcados por Kleber e Juan (2). Rhayner fez o de honra para os visitantes.

Com o resultado, a equipe paranaense chega aos 21 pontos e sai da zona de rebaixamento, mas pode voltar para a degola, caso o Figueirense vença o Sport, em Florianópolis, ainda neste domingo. Já o time campineiro permanece com 27 pontos na zona intermediária da tabela.

Apesar da tensão por ocupar as últimas posições da tabela, o Coritiba foi superior ao rival na primeira etapa, mas só conseguiu marcar aos 39 minutos com Kleber. Ex-Palmeiras e Grêmio, o atacante pegou uma sobra na entrada da área para fazer o primeiro gol da partida.

A resposta da Ponte não demorou e foi em grande estilo. Aos 43 minutos, Rhayner deu um chapéu na área e, antes de o goleiro Wilson chegar, ele finalizou de sola para empatar o confronto. Golaço.

Na volta do intervalo, Juan entrou no lugar de Iago e mudou a partida. Aos 18 minutos, o ex-são-paulino bateu falta na área, o zagueiro Luccas Claro desviou de cabeça e recolocou o Coritiba em vantagem. A arbitragem deu o gol para Juan.

Treze minutos depois, outro jogador que saiu do banco apareceu: Neto Berola foi derrubado na área e o árbitro Anderson Daronco assinalou a penalidade. Juan converteu e marcou o último gol do duelo.

Na próxima rodada, no domingo (14), o Coritiba visita o Cruzeiro, adversário direto na luta para sair da degola, às 16h. Já a Ponte recebe o Figueirense, no sábado (13), às 18h30.

CORITIBA 3 X 1 PONTE PRETA

Data: domingo, dia 7 de agosto de 2016
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno(ambos do RS)
Cartões amarelos: Juninho, Iago, João Paulo e Kleber (Coritiba); Abuda e Antonio Carlos (Ponte Preta)
Gols: Kleber (Coritiba), aos 39 minutos do primeiro tempo, Rhayner (Ponte Preta), aos 43 minutos do primeiro tempo; Juan (Coritiba), aos 18 e 32 minutos do segundo tempo.

Coritiba: Wilson; Dodô, Nery, Luccas Claro (César Benítez) e Juninho; João Paulo, Edinho (Neto Berola), Veiga e Iago (Juan); Kléber e Kazim.
Técnico: Paulo César Carpegiani

Ponte Preta: Matheus; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; Abuda (Elton), Rhayner (Wellington Paulista), Galhardo e Maycon; Clayson (Roger) e Pottker
Técnico: Eduardo Baptista

Related Posts

Facebook Comments