F2: Drugovich se prepara para rodada tripla

F2: Drugovich se prepara para rodada tripla

Último degrau na escada que leva à Fórmula 1, a Fórmula 2 dará início em sua temporada 2021 no início de março, no Bahrein, quando a categoria terá três dias de testes coletivos. Um dos principais postulantes ao título deste ano, o brasileiro Felipe Drugovich se prepara para as primeiras atividades do ano e também para a rodada tripla de estreia, marcada para ser disputada entre 26 e 28 de março, também no Bahrein.

Em 2020, seu ano de estreia na Fórmula 2, Felipe Drugovich foi um dos grandes destaques da categoria, conquistando três vitórias (Áustria, Barcelona e Bahrein) – sendo a primeira justamente em seu primeiro final de semana de corridas –, uma pole position, uma melhor volta e quatro pódios. O incrível desempenho do piloto brasileiro rendeu-lhe a oportunidade de disputar a temporada 2021 pela UNI-Virtuosi, a vice-campeã entre as equipes e também o time que revelou o vice-campeão de 2020, o britânico Callum Ilott.

“Neste momento em que ainda não temos treinos e corridas, o que tenho feito é trabalhar a parte física da melhor forma possível, pois sabemos que este é um fator essencial para um bom desempenho na pista”, explica Felipe Drugovich, 20 anos.

Tecnicamente, Felipe Drugovich tem aproveitado o simulador e os dias que antecedem a abertura da pista para os treinos coletivos para limitar e corrigir os erros cometidos em 2020, além de reforçar e aprimorar seus acertos. “É importante chegar o máximo possível perto da perfeição, então preciso corrigir meus pontos fracos e melhorar o que já fiz bem. Estou trabalhando nisso também de uma forma muito intensa, afinal essa será uma temporada muito importante para o meu objetivo de chegar à Fórmula 1”, destacou o piloto de Maringá (PR).

Felipe Drugovich e a equipe inglesa UNI-Virtuosi treinaram no Bahrein poucos dias após o encerramento da temporada 2020 e entre os dias 8 e 10 de março voltam ao Circuito Internacional do Bahrein, em Sakhir, para os testes de pré-temporada.

“O objetivo, logicamente, será progredir o trabalho que começamos no final de 2020 nos testes de final de temporada. Será a mesma pista e o mesmo carro, então queremos evoluir o acerto do equipamento e também a minha guiada”, finalizou Felipe Drugovich.

Em 2021 a Fórmula 2 terá mudanças radicais em sua formatação, passando a correr em apenas oito finais de semana, ao invés dos 12 utilizados na temporada passada. A quantidade de corridas, porém, não muda e ao longo do ano serão disputadas 24 provas, sempre como preliminares da Fórmula 1.

A programação da sexta-feira será mantida, com o tradicional treino de 45 minutos de duração e a tomada de tempos com 30 minutos. No sábado serão disputadas duas provas curtas, a primeira com o grid formado pela tomada de tempos, mas com os dez primeiros invertidos. Na segunda, o grid será a chegada da primeira corrida, igualmente com a inversão dos dez primeiros.

O grid de largada obtido pela tomada de tempos será efetivamente utilizado na corrida de domingo, a mais longa, conhecida como Feature Race, quando os pilotos partirão exatamente como determinado pelos resultados da sessão classificatória de sexta-feira.

Felipe Drugovich tem o apoio de Drugovich Auto Peças, que atua no ramo de peças para caminhões e ônibus; da Jaloto & Drugovich, destaque nacional no segmento de transporte de cargas paletizadas; e da Stilo, fabricante italiana de capacetes.

O calendário da Fórmula 2 para 2021:
1ª etapa – 26 a 28 de março – Sakhir (Bahrein)
2ª etapa – 20 a 22 de maio – Monte Carlo (Mônaco)
3ª etapa – 4 a 6 de junho – Baku (Azerbaijão)
4ª etapa – 16 a 18 de julho – Silverstone (Inglaterra)
5ª etapa – 10 a 12 de setembro – Monza (Itália)
6ª etapa – 24 a 26 de setembro – Sochi (Rússia)
7ª etapa – 3 a 5 de dezembro – Jeddah (Arábia Saudita)
8ª etapa – 10 a 12 de dezembro – Yas Marina (Abu Dhabi)

Related Posts

Facebook Comments