Na noite desta quarta-feira 26, o Foz Cataratas/Coritiba entrou em campo pela nona rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino contra a Ponte Preta. Mesmo não jogando bem, as Poderosas do Foz saíram do estádio Pedro Basso com a vitória pelo placar de 2 a 1. Marcaram para o Foz Cataratas/Coritiba a estreante Andressa e a atacante Camila que voltava de lesão. Descontou para a Ponte a meia Renata.

Mesmo não atuando bem, o Foz Cataratas/Coritiba foi melhor que a Ponte Preta desde o início da partida, e o primeiro gol não demorou a sair. A estreante da noite, a lateral Andressa levantou a bola na área, a goleira Artemísia se atrapalhou e acabou deixando a bola entrar. As Poderosas do Foz melhoraram após o gol, mas não conseguiam converter as oportunidades criadas, até que aos 42 minutos, Priscila levantou a bola na área e Camila, que não jogava há quarto semanas por conta de uma contusão no tornozelo escorou de cabeça ampliando o placar para a equipe da casa.

Durante o intervalo o técnico Alessandro pediu um pouco mais de empenho das atletas na segunda etapa. As cobranças do vestiário não surtiram efeito e a equipe iguaçuense voltou dispersa. A Ponte Preta que precisava do resultado começou a acreditar, tanto que aos 18 minutos em um contra ataque, a goleira Karen fez a defesa no primeiro lance, mas a bola sobrou para a camisa 10 Renata que de cabeça marca para a Ponte.

No final da partida, Thaynara do Foz Cataratas/Coritiba e Renata da Ponte Preta se desentenderam após uma falta. As reservas da Ponte entraram em campo e houve uma confusão geral. A arbitragem acompanhou a distancia e acabou expulsando três atletas, a goleira Karen e Thaynara do Foz Cataratas/Coritiba e Rayane da Ponte. Como o Cataratas já tinha realizado as três substituições, a atacante Camila foi pro gol e segurou o resultado de 2 a 1 para o Foz Cataratas/Coritiba.

Vitória a mascote poderosa do Foz Cataratas/Coritiba

Os torcedores que compareceram ao Estádio Pedro Basso tiveram a oportunidade de conhecer a mascote a Vitória, a poderosa onça pintada que a partir desta quarta passará a acompanhar todas as partidas do Foz Cataratas/Coritiba em casa. De pelagem dourada com manchas marrom pelo corpo, a onça pintada é um animal típico da nossa região. E quando é vista, a reação é sempre a mesma: respeito, porque ela é a dona do caminho no momento em que surge. Ela é feroz e soberana. Tem garra. Ela é poderosa. Ela reúne as boas qualidades do time de futebol feminino da fronteira.

Related Posts

Facebook Comments