Londrina e Athletico ficaram iguais no primeiro confronto das quartas-de-finais do Campeonato Paranaense. O resultado mantém a necessidade de uma vitória das duas equipes para chegar às semifinais. O jogo da volta deverá acontecer na quinta-feira, em Curitiba.

O Athletico foi superior em boa parte do jogo. Abriu o marcador no início do segundo tempo, tentou administrar e se deu mal. O resultado poderia ser pior se o goleiro Santos não tivesse defendido uma penalidade máxima.

 PRIMEIRO TEMPO
Com menos de uma semana de treinamento presencial, o Londrina optou por se fechar no setor defensivo e dar a posse de bola ao time da capital, que chegou várias vezes ao ataque nos primeiros minutos, mas sem acertar a meta. O melhor exemplo foi aos 10’ quando Nikão entrou na área e chutou cruzado para fora.
Também foram de Nikão as principais chances criadas ao longo do primeiro tempo. Só faltou pontaria para abrir o placar.
Na principal delas, aos 32’, Nikão partiu livre, driblou o goleiro, passou pelo zagueiro e deu de presente para Bissoli finalizar, mas ele chutou em cima do goleiro Matheus Albino, que se recuperou.

SEGUNDO TEMPO
Mal a bola começou a rolar e a superioridade do Athletico se confirmou. Aos 2’, Felipe Camilo se enrolou com a bola na entrada da área e Léo Cittadini foi esperto e chegou tocando com qualidade, no canto e abrindo o placar.
Depois de sofrer o gol o Londrina tentou sair um pouco mais para o ataque. Aos 17’, em uma jogada de contra-ataque puxado por Pastor, o volante Ruster Santos acertou a trave.
Aos 23’, Matheus Bianqui foi agarrado na área e o árbitro marcou pênalti. Junior Pirambu cobrou e o goleiro Santos defendeu para evitar o empate.
Depois do susto, o Athletico decidiu tocar mais a bola e administrar o resultado, enquanto o Londrina fez alterações colocando jovens atacantes.
Aos 43’, Junior Pirambu acreditou em uma bola praticamente perdida e chutou sem ângulo para empatar a partida e manter o Tubarão vivo na disputa.

FICHA TÉCNICA
Londrina 1×1 Athletico
Estádio Ubirajara Medeiros
Árbitro: Paulo Alves Junior
Gols: Léo Cittadini, 2’-2º; Junior Pirambu 43’-2º
Cartão Amarelo: Ruster Santos, Juan) (LON)

Matheus Albino; Rai Ramos, Cristian, Zé Pedro e Felipe Camilo (Pastor); Marcondes, Ruster Santos, Luan Marchiori e Matheus Bianqui (Juan); Uelber (Igor Paixão) e Junior Pirambu. Técnico Alemão

Santos; Erick, Lucas Halter, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington (Lucho Gonzalez), Nikão, Léo Cittadini e Marquinhos Gabriel (Bruno Leite); Carlos Eduardo e Bissoli (Cristian). Técnico: Dorival Junior.

Related Posts

Facebook Comments