A primeira passagem da Porsche GT3 Cup Challenge pelo autódromo argentino de Termas de Río Hondo teve emoção do início ao fim. Desde os primeiros treinos livres, a perspectiva da quebra do recorde histórico de velocidade máxima com os carros de corrida mais vendidos no mundo pairou sobre a segunda etapa do calendário, que terminou com pista molhada. E a prova da Cup vencida pelo local Esteban Gini, ao assumir a dianteira a apenas duas curvas da entrada do safety-car.

Vencedor de prova da Challenge no ano passado ao “sumir na frente”, o argentino foi o destaque do fim de semana, com um total de 14 ultrapassagens nas duas corridas da Cup no circuito de 4.804 m. Neste domingo, ele foi cirúrgico: percebeu a chuva apertando e transferiu o balanço de freio todo para as rodas de trás. Arriscou no momento certo e passou JP Mauro segundos antes da entrada do carro de segurança. Agora é o primeiro argentino a vencer na classe Cup.

Gini foi o quarto vencedor diferente em quatro corridas da principal categoria de Gran Turismo sul-americana em 2016. E já faz planos de acelerar novamente o Porsche, na prova de endurance marcada para julho em Interlagos.

Entre os brasileiros, quem saiu sorrindo do moderno circuito argentino foi o novo líder do campeonato, Lico Kaesemodel. Com a vitória no sábado e o terceiro lugar no domingo, o paranaense avançou para 68 pontos e abriu 10 de margem para o bicampeão Ricardo Baptista, o novo vice-líder do certame. O bicampeão Miguel Paludo aparece em terceiro, com JP Mauro em quarto.

Na Cup Sport, novamente deu Marcio Basso. Consistente, o Porsche #2 triunfou nas três últimas corridas da classe de entrada. Basso tem uma dúzia de pontos de diferença para o vice-líder, Carlos Ambrósio (39 a 27).

Já o bicampeão da classe para pilotos acima de 50 anos de idade, Maurizio Billi, voltou a vencer na Master neste domingo e saltou para 36 pontos –está empatado com Guilherme Figueirôa no topo da tabela de pontos.

Na Challenge o encerramento da passagem dos Porsche geração “997-II” por terras argentinas foi um dia de marcas inéditas. Começando pela primeira vitória de Daniel Paludo, com o carro #89. O gaúcho largou da pole, liderou todas as voltas e subiu no degrau mais alto do pódio com autoridade.

Mas foi na Challenge Sport, a classe de entrada, que houve maior número de novidades em Termas. Quarto colocado no geral e vencedor na divisão, Eloi Khouri segue invicto em 2016. Nunca antes na divisão introdutória um competidor venceu as três primeiras corridas. O pódio argentino teve ainda duas presenças até então inéditas: Roberto Samed deixou para trás dores na mão fruto de um acidente de que foi vítima na corrida da véspera e finalizou em terceiro, enquanto Guilherme Reischl superou sua própria expectativa e levou para casa o troféu de quinto lugar.

A próxima etapa da Porsche GT3 Cup Challenge acontece em Curitiba nos dias 20 e 21 de maio e marca a despedida da pista da capital paranaense dos eventos de primeira linha do automobilismo sul-americano.

A jornada da categoria por Termas de Río Hondo será exibida na íntegra na TV brasileira no próximo domingo, 1º de maio. A Band mostra a etapa a partir das 13h, enquanto o Sportv 3 entra no ar às 19h30.

 

 

AS CORRIDAS

Cup

Miguel Paludo e JP Mauro seguraram as duas primeiras posições na largada, enquanto Marcel Visconde saltou bem, de quinto para terceiro. Mas na volta seguinte foi ultrapassado por Ricardo Baptista.

Terminado o segundo giro, os cinco primeiros eram Paludo, JP, Baptista, Visconde e o argentino Esteban Gini. Em sétimo, Guilherme Figueirôa liderava na Master e, em oitavo, Marcio Basso na Sport.

Na quarta volta Gini deixou Visconde para trás e na quinta foi Kaesemodel quem ultrapassou o recordista de participações na Porsche GT3 Cup.

Faltando 15 minutos para a abertura da última volta, Gini enquadrou Baptista. Abanou para os dois lados atrás do bicampeão no fim da reta dos boxes, mas não conseguiu passar. A disputa entre eles favoreceu a chegada de Kaesemodel com o carro #63.

Na última curva da volta 7, quando a pista apresentava alguns trechos molhados, Gini passou Baptista. Paludo, na frente, perdeu a margem de 3s que tinha para JP Mauro.

A chuva então veio forte, e Esteban Gini guiou como se estivesse com pneus “biscoito”. Passou Paludo e JP na oitava volta, enquanto Kaesemodel também escalava o pelotão da frente.

O piso molhado obrigou a direção de prova a lançar mão do safety-car, com Gini, JP, Kaesemodel, Baptista e Paludo no top5. Em oitavo, Maurizio Billi liderava a Master, enquanto Basso, em décimo segurava a dianteira na Sport.

E assim receberam a bandeirada, comboiados pelo carro de segurança.

 

Challenge

Daniel Paludo e Eloi Khouri sustentaram as posições 1 e 2 na largada, enquanto Gonzalo Huerta, que saiu em quarto, superou Rodrigo Mello pela terceira posição. Mas a partida teve como protagonista Otávio Mesquita, avançando de décimo para sexto. Em disputa no pelotão intermediário, Ramon Alcaraz e Nando Elias tiveram contato, indo parar na caixa de brita. Com isso o safety-car entrou na pista.

Na relargada na volta 4, os cinco primeiros eram: Paludo, Khouri, Huerta, Mello e Christian Germano. Logo a seguir, Mesquita e Cristiano Piquet vinham em dura disputa, na qual o líder do campeonato prevaleceu no fim da mais longa reta do traçado.

A 10 minutos do fim, pela sexta volta da prova, a briga da corrida era entre Germano e Piquet, pela quinta posição. O piloto da Challenge Sport não se intimidou, defendendo-se dos ataques de Piquet por dentro e por fora.

Na abertura da volta 10, os dois cruzaram a linha com diferença de 0s1, a mesma que o chileno Huerta tinha para Khouri. Então os cinco minutos finais da prova prometiam disputa tanto pela vice-liderança quanto pelo último lugar no pódio.

Na volta 11, Huerta passou Khouri, e Piquet, enfim, ganhou a posição de Germano. Na passagem seguinte, Rodrigo Mello ganhou a terceira posição em cima do Porsche #21.

Na penúltima volta, uma raríssima rodada de Piquet abriu caminho para Germano abocanhar o merecido último lugar no pódio.

Lá na frente, Paludo guiava tranquilo rumo à sua primeira vitória, já a briga pelo segundo lugar se prolongou até a última curva, com Huerta levando a melhor sobre Mello. Khouri cruzou em quarto, mantendo a hegemonia na classe de entrada, com Germano em quinto (e segundo na divisão introdutória).

Completaram o pódio da Challenge Sport: Roberto Samed, Luiz Arruda e Guilherme Reischl.

 

DECLARAÇÕES DOS PILOTOS

Cup

 

Foi uma corrida linda, muito interessante. Com uma boa largada pude chegar bem à segunda curva e passar vários concorrentes por fora. Depois vinha em quarto, numa disputa muito bacana com o Baptista. Aí começou a cair água e mudei o balanço de freio do carro para trás, o que me permitiu fazer boas manobras e passar os demais. Nessa condição, não dá para saber quando vem o safety-car. Então tem que passar o mais rápido possível, arriscando. Hoje deu certo para mim e consegui passar o Mauro a duas curvas do safety-car. Gostei muito de participar novamente da Porsche Cup, é uma categoria fantástica e adoraria ir com outro argentino correr uma prova de endurance em Interlagos

ESTEBAN GINI

 

O fim de semana foi muito bom! Se lembrar que na sexta-feira estava muito ruim, não estava me achando no traçado, e tudo que acabou acontecendo no fim de semana, está maravilhoso: Primeiro ontem e hoje largando em oitavo e chegando em terceiro, com essa chuva no final ainda mais. Eu, particularmente, gosto de andar na chuva e queria que a corrida não tivesse acabado, que fosse mais ainda na chuva. Mas o mais importante é sair líder isolado e estou muito feliz, muito mais concentrado no campeonato que no ano passado. Esta temporada está bem mais legal para mim

LICO KAESEMODEL

 

Minha evolução foi boa. Tive uma primeira corrida negativa, a classificação também, com um erro que me deixou sem o bico do carro e nem consegui ir pro Q2. Então aqui no pódio é uma sensação de volta por cima e avanço. Estou cada vez mais consistente com o carro e mais confortável em acelerar o ‘991’, também cada vez mais próximo dos adversários. Foi uma pena só ter perdido para o argentino a duas curvas do final

JP MAURO

 

Foi um fim de semana muito legal. Chegamos a esta pista com a expectativa em alta e foi ainda superada. O evento todo foi fantástico, não só as corridas como toda a estrutura disponível aqui foi espetacular. Hoje estava o tempo todo em terceiro lugar e com a chuva ficou mais difícil, com pequenos erros, e o Lico acabou me passando uns segundinhos antes de dar o safety-car. Aliás a atitude da direção de prova foi muito boa porque tinha trechos onde estava muito ruim e não tinha condição de competir, então eles estão de parabéns pela decisão

RICARDO BAPTISTA

 

Foi uma corrida muito disputada, muito legal e deu para me divertir bastante. Foi pena que começou a chover, se não acho que daria para buscar um resultado ainda melhor no geral. O evento aqui foi maravilhoso e espero voltar todos os anos a competir em Termas de Río Hondo

MAURIZIO BILLI

 

Hoje foi legal e emocionante. Ontem, apesar da vitória no fim, bateram no meu carro e ficou ruim. Hoje o carro estava perfeito, a equipe me ajudou muito, especialmente quando começou a chover, então estou muito feliz. O automobilismo ainda é muito novo na minha vida, estou focado, aprendendo e muito atento. Não esperava liderar a classe, mas os outros estão bobeando e eu vou chegando

MARCIO BASSO

 

Challenge

 

É muito legal ganhar a primeira. Essa vitória estava entalada na garganta já há algum tempo e agora consegui soltar o grito. Liderei todas as voltas, mas corrida tranquila nunca tem. Se não tem ninguém muito perto você precisa se policiar sempre para andar rápido e concentrado. Foi uma prova difícil porque a pista é bem técnica, mas claro que foi muito bom

DANIEL PALUDO

 

O carro branco deu bastante sorte. Foi uma prova muito desafiadora, porque estava com o pneu usado de ontem e a pressão de óleo piscando toda hora, que me deixou preocupado. Então estou muito contente pelo resultado, foi excepcional e deu para salvar alguns pontos também

RODRIGO MELLO

 

Cheguei a esta categoria maravilhosa com a expectativa de aprender. E quando entrei no carro a primeira vez em Curitiba percebi que tinha muito para aprender. Então os resultados, claro, estão acima da expectativa. Então resolvi desfrutar do carro sem me preocupar tanto com setup e acelerar o máximo de tempo possível. Aqui achei que a pista nova iria equalizar um pouco mais, porque ninguém tinha andado. E fiquei muito na pista, aproveitando o tempo dos treinos para pegar hora de voo sem mexer tanto no carro. Aí fiz bons qualis, com pole e P2 e nas duas corridas senti que a performance do carro acabou muito rápido, porque eu devo estar consumindo muito pneu. Fico feliz que estou indo bem na Sport e na geral já tem o gostinho de andar junto com os mais rápidos e ir pro pódio

ELOI KHOURI

 

Ontem eu estava em P2 e rodei na última curva, então estava entalado. A corrida hoje me devolveu, com troféu no geral e segundo lugar na Sport. A prova foi muito boa hoje e consegui evoluir ao longo do fim de semana inteiro. Em cada saída para pista, incluindo nas corridas, baixei meio segundo. Respeitei meu tempo de evolução e fiz a ‘escolinha’. Passei de ano

CHRISTIAN GERMANO

 

Machuquei um pouco a mão no acidente de ontem, que foi coisa de corrida. Não senti durante a corrida, mas na bandeirada começou a doer de novo… É incrível. A corrida foi muito boa, muito bem organizada, nunca havia corrido fora e fico muito contente com o pódio

ROBERTO SAMED

 

Duas corridas, dois pódios. Foi bom demais, mas a gente sempre quer mais (risos). Hoje larguei mal e estava com pneu velho, mas foi muito bom. Estamos aqui para subir no pódio. Óbvio que como piloto a gente sempre quer mais, mas o resultado aqui foi muito positivo. Venho evoluindo no campeonato: na primeira corrida acabei no muro, nessa foram dois pódios. Então dá uma revigorada para o restante do ano

LUIZ ARRUDA

 

Uma delícia essa sensação do pódio. Esperava subir no pódio só no segundo ano e já veio na segunda etapa. Uma maravilha, conhecendo bem o carro e começando com tudo. Esse autódromo é uma delícia, o asfalto perfeito, o traçado muito inteligente. Foi demais o fim de semana. Amei

GUILHERME REISCHL

 

Hoje a corrida não tinha muita pressão porque não valia ponto pra mim, então podia arriscar um pouquinho mais, largando mais de trás. Mas aí acabei ficando sem pneu, briguei muito para tentar ultrapassar um dos adversários e até conseguir acabei com os pneus, aí ficou difícil. Estou confiante para o campeonato, vamos continuar esse bom trabalho para tentar trazer o título para o Time Carelli

CRISTIANO PIQUET

 

 

RESULTADOS

Cup

  1. Esteban Gini 22min39s179
  2. JP Mauro a 0s530
  3. Lico Kaesemodel 1s456
  4. Ricardo Baptista 4s463
  5. Miguel Paludo 5s020
  6. Marcel Visconde 5s347
  7. Daniel Schneider 5s940
  8. Maurizio Billi 6s703
  9. Guilherme Figueirôa 7s854
  10. Marcio Basso 9s437
  11. Marcelo Hahn 11s355
  12. Adalberto Baptista 12s525
  13. Carlos Ambrósio 13s447
  14. Paulo Pomelli 14s521
  15. Pedro Queirolo -9 voltas

 

Challenge

  1. Daniel Paludo 27min02s622
  2. Gonzalo Huerta a 2s054
  3. Rodrigo Mello 2s552
  4. Eloi Khouri (S) 6s014
  5. Christian Germano (S) 11s155
  6. Otávio Mesquita 12s009
  7. Daniel Corrêa 13s203
  8. Cristiano Piquet 14s007
  9. Roberto Samed (S) 37s297
  10. Luiz Arruda (S) 39s442
  11. Marcio Mauro 39s793
  12. Guilherme Reischl (S) 1min06s590
  13. Mauricio Salla 1min21s799
  14. Carlos Larrain (S) 1min37s577
  15. Luiz Fernando Elias (S) -1 volta
  16. Dario Giustozzi (S) -1 volta
  17. Beto Leite (S) -5 voltas
  18. Rouman Ziemkiewicz (S) -5voltas
  19. Ramon Alcaraz (S) -8 voltas

 

CLASSIFICAÇÕES

Cup

1. Lico Kaesemodel, 68 pontos

2. Ricardo Baptista, 58

3. Miguel Paludo, 57

4. JP Mauro, 51

5. Daniel Schneider, 49

6. Esteban Gini, 40

7. Guilherme Figueirôa, 33

8. Edu Azevedo, 30

9. Maurizio Billi, 28

10. Tom Valle, 26

Marcel Visconde, 26

12. Carlos Ambrósio, 21

Marcio Basso, 21

14. Pedro Queirolo, 16

15. Adalberto Baptista, 14

16. Marcelo Hahn, 10

17. Marcelo Stallone, 8

18. Fábio Alves, 7

19. Cláudio Dahruj, 6

20. Gil Farah, 5

Paulo Pomelli, 5

 

Cup Sport

1. Marcio Basso, 39

2. Carlos Ambrósio, 27

3. Adalberto Baptista, 16

Marcelo Hahn, 16

5. Gil Farah, 8

 

Cup Master

1. Guilherme Figueirôa, 36

Maurizio Billi, 36

3. Tom Valle, 22

4. Paulo Pomelli, 18

5. Marcelo Stallone, 11

6. Fábio Alves, 10

7. Cláudio Dahruj, 9

 

Challenge

1. Cristiano Piquet, 40 pontos

2. Gonzalo Huerta, 36

3. Rodrigo Mello, 32

4. Otávio Mesquita, 30

5. Daniel Paludo, 24

Eloi Khouri, 24

7. Daniel Corrêa, 22

8. Christian Germano, 18

9. Luiz Fernando Elias, 14

Roberto Samed, 14

11. Márcio Mauro, 12

12. Beto Leite, 10

13. Ramon Alcaraz, 9

Luiz Arruda, 9

15. Dario Giustozzi, 7

Rouman Ziemkiewicz, 7

Guilherme Reischl, 7

18. Juan Manuel Freddi, 4

19. Mauricio Salla, 3

20. Carlos Larrain, 2

21. João Lemos, 1

Bob Borowicz, 1

23. Alcides Amaral, 0

Francisco Horta, 0

 

Challenge Sport

1. Eloi Khouri, 20 pontos

2. Christian Germano, 12

3. Roberto Samed, 11

4. Luiz Fernando Elias, 10

5. Ramon Alcaraz, 8

Luiz Arruda, 8

7. Beto Leite, 7

8. Guilherme Reischl, 6

9. Dario Giustozzi, 5

10. Rouman Ziemkiewicz, 3

Mauricio Salla, 3

12. Juan Manuel Freddi, 2

13. Alcides Amaral, 0

João Lemos, 0

Francisco Horta, 0

 

Related Posts

Facebook Comments