O Campeonato Metropolitano de Marcas de Cascavel chega ao fim neste domingo, com a realização da 6ª etapa. A temporada termina com uma certeza. É a melhor de todos os tempos.

Equilíbrio e belas disputas marcaram as cinco etapas já disputadas. Em algumas, os vencedores só foram definidos na linha de chegada. Com a obrigatoriedade de três descartes e com pontuação dobrada na última prova (cada bateria dará 40 pontos ao vencedor), os campeões das categorias Marcas A, Marcas B e Turismo 1.600 só devem ser conhecidos na bandeirada final da segunda bateria.

A prova deste fim de semana será disputada no Autódromo Zilmar Beux, com promoção e organização do Automóvel Clube de Cascavel, e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

Marcas A

A briga pelo título da categoria Marcas A no Metropolitano de Marcas de Cascavel promete ser sensacional. A classificação está sub-judice em função do recurso de André Bragantini, que visa recuperar os pontos de sua desclassificação na 3ª etapa. Alheio a assuntos de tribunais, o atual campeão Thiago Klein, da equipe Paraguay Racing, lidera a competição com e sem descartes. Sem os descartes, ele tem 166 pontos, contra 146 de Marcel Sedano, 145 de Edoli Caus e 126,5 de Paulo Bento. Já efetuando os três descartes obrigatórios, Thiago continua líder, com 150 pontos. Mas as quatro primeiras posições permanecem as mesmas, com Sedano permanecendo na vice-liderança, com 140; Edoli para 117 e Paulo Bento para 113,5.

Marcas B

A decisão da categoria Marcas B será empolgante, colocando frente a frente à dupla de Cascavel formada por Edson Massaro e Cleves Formentão e o toledano Miguel Laste.

A classificação está sub-judice, aguardando o julgamento do recurso de Caio César Carvalho pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) da FPrA. Depois de cinco etapas, sem os descartes, Massaro e Formentão estão na frente, com 149,25 pontos, contra 145 de Laste. Já com os descartes dos três piores resultados, Laste passa para a liderança com 135 pontos, contra 131,75 de Massaro e Formentão. Desta forma, a decisão será eletrizante, quem chegar à frente será campeão.

                   Turismo 1.600

O campeão da categoria Turismo 1.600 chegará ao título pela primeira vez. Felipe Carvalho lidera, com e sem os descartes.  Sem os descartes, ele tem 165,5 pontos, contra 155 de Juliano Silva, e 116,5 de Roney Ribeiro Mendes. Já com os descartes dos três piores resultados da temporada, Felipe continua líder, descartando nove pontos e fica com 156,5 pontos, 1,5  à frente de Juliano Silva

Related Posts

Facebook Comments