Trabalho, trabalho e mais trabalho. Esse é o pensamento do Keima Futsal/AFP na preparação para o clássico contra o Caramuru, sábado (30), às 20h30, em jogo válido pela Chave Ouro do Campeonato Paranaense. O problema para o técnico Baiano é que o rubro­negro terá desfalques.

Além dos pivôs Cleodon e Fits, que cumprem suspensão, os ponta­grossenses não contarão com o ala/pivô Márcio. O jogador segue com dores no músculo posterior da coxa direita. É natural os técnicos conviverem com desfalques.

Mas a maior ‘dor de cabeça’ do técnico Baiano é em relação aos homens de referência. “O problema é que os desfalques são da mesma posição. Vamos trabalhar durante a semana para encaixar nosso trabalho de bola e errar o mínimo”, ressalta.

Já o pivô Chico Paulista ­ recém­-contratado pela diretoria ­ ainda não tem data confirmada para estreia. Isso porque o experiente jogador ainda aprimora a parte física. O rubro­negro retornou aos trabalhos após folga prolongada e o discurso vai na linha ‘suar a camisa’.

“Temos que trabalhar e trabalhar. É um adversário direto pela classificação. Temos que aproveitar a semana para errar menos e acertar mais”, projeta Baiano.

Fonte: NetEsporteClube

Related Posts

Facebook Comments