Londrina perde em casa e revolta torcida

O Londrina esqueceu o bom futebol no Nordeste e mostrou mais uma vez que ainda não aprendeu a jogar no estádio do Café. Com um futebol apático, o alviceleste perdeu para o Criciúma por 1 a 0, na noite de terça-feira (20), e decepcionou o torcedor mais uma vez. Dos cinco jogos que atuou em casa, o time conquistou apenas uma vitória, além de dois empates e duas derrotas.
O LEC perdeu a chance de ganhar a segunda partida seguida e a oportunidade para encostar nos líderes. O Tubarão estacionou nos 12 pontos, caiu para décima colocação e volta a campo no sábado (24) para encarar o líder Juventude, novamente no Café. O Tigre catarinense confirmou a boa fase e chegou a terceira vitória em quatro jogos e subiu aos 11 pontos.
O Londrina deixou a inspiração ofensiva em Maceió e fez um primeiro tempo muito ruim. Não criou nada e o goleiro Luiz foi um mero expectador do jogo. Os quatro desfalques (Silvio, Matheus, Ayrton e Germano) apesar de serem todos defensivos, fizeram muita falta e a equipe sentiu a ausência de entrosamento. A defesa ficou fragilizada e o meio-campo não produziu nada.
O Criciúma esteve mais à vontade em campo e com uma formação de dois meias e três atacantes criou as melhores chances. O lance mais polêmico aconteceu aos 39 minutos. Igor Miranda perdeu a bola dentro da área, o centroavante Lucão cruzou e Silvinho fez o gol. Mas, o experiente atacante usou o braço para dominar a bola. O árbitro confirmou o gol, mas após muita pressão dos londrinenses, consultou o auxiliar e, acertadamente, voltou atrás e anulou o gol.
O panorama não mudou no segundo tempo. O Tubarão seguiu desorganizado e a equipe carvoeira tocando mais a bola e aproveitando os erros defensivos do dono da casa. O técnico Claudio Tencati fez as três alterações – entraram Thiago Lopes, Carlos Henrique e Fabinho -, mas as mudanças não surtiram efeito.
A justiça se fez aos 31 minutos. Marlon, que havia acabado de entrar, fez bela jogada na linha de fundo e cruzou para Silvinho completar de dentro da pequena área. Só a partir daí o Londrina acordou no jogo. Aos 33, chutou a sua primeira bola no gol. Artur pegou rebote na entrada da área e acertou a trave direita. No abafa, Marcondes perdeu a chance do empate no último lance. Após cruzamento, o zagueiro bateu por cima na cara do goleiro Luiz.
“Deu tudo errado. É difícil de entender. Fazemos um grande jogo fora de casa e chegamos no Café as coisas não funcionam. Precisamos rever isso para melhorar”, afirmou o meia Celsinho.

Em Londrina

Londrina 0x1 Criciúma

Londrina: César; Reginaldo, Marcondes, Ícaro e Igor Miranda; França (Carlos Henrique), Jardel e Celsinho (Fabinho); Marcinho (Thiago Lopes), Artur e Jonatas Belusso. Técnico: Claudio Tencati

Criciúma: Luiz; Diogo Mateus, Raphael Silva, Edson Borges e Diego Giaretta; Paulinho, Ricardinho e Douglas Moreira; Caio Rangel (Marlon), Silvinho (Fabinho Alves) e Lucão (Caíque Valdívia). Técnico: Luiz Carlos Winck

Gols: Silvinho aos 31 minutos do segundo tempo

Público pagante: 1.476 (total 1.704)

Renda: R$ 23.091,00

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)

Local: Estádio do Café

Lucio Flávio Cruz
Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *