Londrina tenta recuperação contra o Brasil

O Londrina quer deixar para trás a péssima impressão deixada na estreia com a derrota para o Internacional em casa e se reabilitar rapidamente na Série B. Se o confronto contra o Colorado é um jogo à parte, em razão da diferença técnica e de investimento, o LEC espera que o Brasileiro comece nesta terça-feira (16) no duelo com o Brasil, no Estádio Bento Freitas, em Pelotas, às 19h15, que abre a segunda rodada da competição.

O time não teve nem tempo de digerir os 3 a 0 já que a viagem para o Rio Grande do Sul ocorreu no domingo (14). O técnico Claudio Tencati conseguiu realizar apenas um treinamento antes deste segundo compromisso, na tarde de segunda-feira (15), já em Pelotas, no local da partida, como determina o regulamento da Série B deste ano.

Além da pressão normal que qualquer adversário sofre no Bento Freitas, o Londrina enfrenta um time que entrará em campo com a obrigação de vencer. Após um péssimo Campeonato Gaúcho, quando o Xavante escapou por pouco do rebaixamento, o Brasil também perdeu na estreia por 2 a 0 para o Guarani, em Campinas. Em 2016, o LEC venceu os dois duelos diante do Brasil, ambos por 1 a 0, gols do centroavante Itamar.

“Vamos em busca dos pontos que perdemos em casa. Precisamos jogar mais compactado e organizado possível”, afirmou o zagueiro Silvio. “Cedemos muitos contra-ataques ao Inter e acredito que o Brasil também não vai se lançar todo ao ataque. Temos que ter cuidado também com a bola aérea deles”.

Apesar do pouco tempo de preparação, o técnico Claudio Tencati vai mexer na equipe. O lateral-esquerdo Ayrton e o meia Fabinho estão machucados e sequer viajaram. Ambos sofrem com dores no quadril. Igor Miranda entra na lateral e para a vaga no meio-campo, o treinador deve optar pela estreia de Elton, que no primeiro jogo ficou apenas no banco. A outra modificação é por opção tática e técnica. França sai do time titular para a entrada de Ícaro.
Mesmo com toda a superioridade técnica do Internacional, a estreia na Série B mostrou um Londrina inoperante no ataque, repetindo o panorama de 2016. Ao longo de todo o jogo, foram apenas duas finalizações na direção do gol colorado. “Precisamos da aproximação do meio-campo com o ataque porque temos que finalizar. Não adianta trocar passes no ataque e não concluir”, cobrou o meia Celsinho. “Temos que reverter e mudar todo o quadro da primeira partida”.

No Brasil, o único desfalque é o zagueiro Cirilo, machucado, e que ficou fora da estreia. Apesar da derrota, o técnico Rogério Zimmermann gostou da produção da equipe e por isso vai manter a formação.

Em Pelotas

Brasil: Eduardo Martini; Éder Sciola, Evaldo, Teco e Marlon; Leandro Leite, João Afonso, Nem, Juninho e Bruno Lopes. Rodrigo Silva. Técnico: Rogério Zimmermann

Londrina: Zé Carlos; Lucas Ramon, Silvo, Matheus e Ayrton; Ícaro, Jardel, Celsinho, Artur e Elton; Jonatas Belusso. Técnico: Claudio Tencati

Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Horário: 19h15
Local: Estádio Bento Freitas

Lucio Flávio Cruz
Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *