Após a derrota para o Goiás em casa na última rodada, o Londrina volta a campo amanhã, 20h30, diante do Náutico, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE), sonhando com a reabilitação. Seria um problema encarar essa missão longe de seus domínios? Para o Tubarão, exatamente, não. O time já mostrou em outros momentos nessa Série B, em que esteve contestado, que pode se reerguer mesmo não tendo o apoio maciço do torcedor a seu favor.

Foi assim nas vitórias sobre Bahia, Atlético Goianiense e CRB, todos postulantes ao acesso à Série A do Brasileirão. Justamente quando poucos acreditavam ser possível um triunfo, o LEC surpreendeu, conquistando vitórias emblemáticas. Mas qual a receita para conseguir um bom aproveitamento no torneio atuando longe de casa? Para o zagueiro Matheus, que volta ao time contra o Timbu, a resposta está na forma de jogar.
“Acho que não só o Londrina, como muitas equipes (tem se dado bem fora de casa). A responsabilidade maior é do dono da casa, o que faz com que ele tente algo mais, se lançando mais e abrindo espaço para o visitante atacar. Em casa, temos que nos preocupar em se defender e atacar bem, algo que ainda não encaixamos, mas estamos trabalhando para melhorar”, analisou o defensor.
Mas não é só a reabilitação que estará em jogo amanhã para o Tubarão. Com a vitória sobre o Vila Nova, no último sábado, os rivais pernambucanos alcançaram os mesmos 31 pontos do Londrina na tabela, o que torna o jogo um duelo direto pelo G4. Os dois estão apenas três pontos do quarto colocado, o CRB.
O volante Fillipe Soutto, que vestiu a camisa do Náutico em 2015, dá a dica para conseguir um bom resultado. “Eles são muitos fortes em casa. Têm a força do estádio, onde aprenderam a jogar. É um jogo de muita concentração, principalmente para tentar conter o ímpeto deles no início e depois fazer o nosso jogo”, indicou o jogador. “Será muito complicado, mas já provamos que podemos vencer fora e fazer bom jogo, assim como foi contra o CRB-AL”, reforçou.
Com os resultados do último sábado, que fecharam a rodada 21, o Londrina, que era o sexto colocado, perdeu posições para Bahia e Náutico, que venceram seus jogos e chegaram aos mesmos 31 pontos do LEC, mas levam vantagem no número de vitórias (9 a 8).

QUEM JOGA?
O time terá duas mudanças certas para a partida de amanhã. A primeira é o retorno de Matheus à defesa para formar dupla com Éverton Sena. Com isso, Marcondes volta para o banco. A outra é a entrada de Rondinelly no lugar de Zé Rafael no meio-campo. Ainda há uma dúvida no ataque entre Jô e Marcos Vinícius, que só deverá ser sanada minutos antes da bola rolar na Arena Pernambuco.

Rafael Souza

Related Posts

Facebook Comments