Mais um tropeço

Com direito a uma falha determinante de Weverton, o Atlético perdeu de virada para o Santos por 3 a 2, na noite desta quarta-feira (5), na Vila Capanema, e se complicou na Libertadores.

Agora, para avançar às quartas de final, o Furacão terá de vencer o duelo de volta, dia 10 de agosto, na Vila Belmiro, por dois gols de diferença. Caso anote quatro gols ou mais, um triunfo por um gol de diferença basta. Placar igual ao do primeiro jogo leva para os pênaltis.

O confronto foi marcado por momentos de revolta da torcida do Furacão com a diretoria, o técnico Eduardo Baptista e alguns atletas .

Os atleticanos voltaram a protestar contra o aluguel da Baixada para a Liga Mundial de Vôlei, chegaram a pedir a saída de Baptista após o terceiro gol do Peixe e ainda se “desesperaram” quando Grafite foi chamado para entrar no jogo, aos 17 da segunda etapa, pedindo para o veterano permanecer na reserva mesmo com o time atrás no marcador.

O Atlético abriu o placar com o meia Nikão, logo aos seis minutos de jogo. Aos 24, o “carrasco” Kayke recebeu de Lucas Lima e empatou – ele já havia marcado dois gols contra o Furacão no Brasileiro. Aos 11 da segunda etapa, Victor Ferraz chutou de longe, Weverton falhou feio, não segurou a bola e Bruno Henrique aproveitou para completar para as redes.

Já aos 22, novamente Kayke, agora de letra, ampliou para os visitantes. O Atlético ainda reagiu com Ederson, aos 26, mas não conseguiu alcançar o empate, apesar da pressão, com lancesd perigosos de Nikão, aos 36 e Pablo, aos 37.

Gols

1º tempo

1 x 0 (6 min) – Nikão dá belo lançamento para Sidcley. O lateral cruza rasteiro, Lucho fura e a bola sobra limpa para o próprio Nikão. Ele finaliza de fora da área e marca um belo gol.

1 x 1 (24 min) – Contra-ataque do Santos. Lucas Lima recebe livre no meio e serve Kayke. O atacante chuta por cima de Weverton e empata o jogo.

2º tempo

1 x 2 (11 min) – Victor Ferraz chuta de fora da área. Weverton falha feio, solta a bola que rola pela linha do gol até Bruno Henrique concluir.

1 x 3 (22 min) – Bruno Henrique chama Cascardo para dançar, passa pelo lateral e cruza. Kayke completa de letra. Um golaço do Santos.

2 x 3 (26 min) – Sidcley cruza, Rossetto ajeita na pequena área e Edersonfinaliza para o gol.

Cartões

Amarelos: Otávio e Thiago Heleno (CAP)

Próximos jogos:

Atlético: Chapecoense (fora); Cruzeiro (casa); Corinthians (fora)

Santos: São Paulo (casa); Atlético-MG (fora); Vasco (fora)

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *