Um clássico de “vida ou morte”. Será assim para o Maringá FC a partida deste domingo (20), às 11h, no Estádio Willie Davids, contra o Londrina EC. Para a Zebra, a vitória deve ser suficiente livrá-la da zona da degola e ainda mantê-la com chance de tentar beliscar a classificação para as quartas de final. Por outro lado, um resultado negativo pode até mesmo empurrar o time para a Segunda Divisão.

Com cinco pontos, o MFC está na 11ª colocação. Em jogo que faz parte da 10ª e penúltima rodada do Estadual, o time vai receber um Tubarão que tem 11 pontos somados.

O técnico Rogério Perrô reconhece que a situação delicada da equipe da Cidade Canção comandado por ele dá ao clássico um ingrediente ainda mais especial e ele espera que mais esse capítulo da rivalidade ainda recente entre os clubes, que protagonizaram apenas seis jogos, tenha final feliz para o Maringá.

“O clássico nos proporciona sempre uma sensação mais gostosa. Desafios como este na carreira são importante, pois neles ficamos ‘marcados’. Temos muito repeito pelo adversário, sabemos a força que tem o Londrina e sabemos também o que estamos jogando e o que defendendo neste momento”, diz.

O meia-atacante Hiago já defendeu o Tubarão e até mesmo marcou gol contra o Maringá. Hoje, com a camisa da Zebra, o jogador está ansioso para que a bola role logo e garante que não faltará entrega em campo para que os maringaenses conquistem os três pontos.

“Jogos assim é que são gostosos de jogar. Sei como é jogar esse ‘Clássico do Café’ e estamos preparados e concentrados, pois precisamos da vitória e só ela interessa. Vamos lutar até o fim”.

Para o confronto, o MFC não poderá contar com o lateral-esquerdo Helder e o volante Jackson, ambos lesionados. Como o coletivo de sexta-feira foi realizado com os portões fechados para a imprensa, as pistas sobre a escalação titular para este domingo são escassas. Entretanto, a tendência é que a comissão técnica opte pela manutenção da base que venceu o Foz do Iguaçu por 1 a 0, na rodada passada.

Londrina
As lesões também impedirão que o técnico Claudio Tencati escale o LEC com força máxima para o clássico. O meia Netinho, com dores na coxa, está vetado e faz companhia no departamento médico ao lateral-direito Romário, ao meia Leílson e aos volantes Anderson e Jumar. Já o atacante Keirrison, que chegou a ser cogitado para pegar o MFC, terá que esperar um pouco mais para fazer a sua estreia. O jogador ainda aperfeiçoa o condicionamento físico e deverá fazer seu primeiro jogo apenas na última rodada da fase de classi᠄cação, no confronto com o J. Malucelli, em Londrina.

MARINGÁ FC-LONDRINA
Campeonato Paranaense
Estádio Willie Davids, 11h
Árbitro: Rodolpho Toski Marques
Maringá FC Ednaldo; Adriano, Rogélio, Alex Maranhão e Bruno Vieira (Raí); Zé Leandro, Élton e Andrezinho; Hiago, Gabriel Barcos e Neílson. Técnico: Rogério Perrô.
Londrina Marcelo R.; Raí Ramos, Silvio, Luizão e Paulinho; Bidía, Germano, Rafael Gava e Zé Rafael; Paulinho Moccelin e Bruno Batata. Técnico: Claudio Tencati.

Fonte: O Diário

Related Posts

Facebook Comments