No sufoco, FC Cascavel abre vantagem

No sufoco, FC Cascavel abre vantagem

Os atletas do FC Cascavel entraram em campo neste domingo (5) no Estádio Olímpico Regional com um belo gesto: uma faixa para dar forças e homenagear o pequeno torcedor aurinegro Lucas Sulzbacher, de apenas 6 anos, que está lutando contra o câncer. Os dizeres eram “Super Lucas, torça por nós que nós estamos na torcida por você”, e com certeza a torcida do pequeno fez a diferença no jogo de hoje!

O 1º tempo foi de muita cautela dos dois lados. As equipes, que fizeram boas campanhas na competição até aqui, se estudaram muito nos minutos iniciais e arriscaram pouco. Algumas chances até foram criadas, mas sem efetividade.

Já a etapa final começou bastante movimentada. O técnico da equipe cascavelense, Marcelo Caranhato, fez substituições importantes que deram novo ritmo ao jogo: Raul, Anderson Cavalo e Franco deram lugar à Libano – que completou hoje 50 jogos com a camisa aurinegra –, Robinho e Léo Itaperuna, que aos 17 minutos protagonizou a jogada que mudou toda a partida.

Depois de receber em profundidade, Itaperuna tentou driblar o goleiro Vinicius, mas foi derrubado com um carrinho faltoso na entrada da área. O árbitro imediatamente sacou o cartão vermelho e expulsou o arqueiro novorizontino. A jogada gerou protestos, discussões à beira do gramado, 10 minutos de paralisação e até a expulsão do técnico Roberto Fonseca.

Com um homem a mais em campo, o FC Cascavel pressionou a equipe paulista em busca de espaços para o arremate, mas a defesa seguia fechada. Até que, já nos acréscimos, aos 51 minutos, Henrique, que havia acabado de entrar, tentou cruzamento pela direita, dentro da área, e a bola bateu na mão do zagueiro adversário. Pênalti marcado!

O jovem artilheiro aurinegro Paulo Baya foi para a cobrança e marcou seu 7º gol na competição nacional, decretando também a primeira vitória da equipe cascavelense contra times paulistas neste Campeonato Brasileiro Série D.

A vitória dá ao FC Cascavel a vantagem de se classificar para a próxima fase mesmo com um empate no próximo sábado (12) às 16h no Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, São Paulo. “A gente sabia das dificuldades que ia enfrentar contra essa equipe, que na minha visão é a mais equilibrada da competição. E a gente tinha que propor o jogo, se expor um pouquinho mais, criar volume ofensivo para levar uma vantagem para Novo Horizonte, e essa vantagem foi construída. A gente ainda podia ter agredido um pouquinho mais pelos lados do campo, mas enfim, conseguimos a vantagem e temos agora que saber administrar isso no próximo jogo”, afirmou Caranhato após a partida.

Related Posts

Facebook Comments