Paraná já está sob nova direção

Paraná já está sob nova direção

Durante coletiva de imprensa online nesta sexta-feira (22) o novo presidente do Paraná Clube, Sérgio Molletta se pronunciou e passou algumas informações sobre a nova gestão e o planejamento para a continuidade da Série B e início do Paranaense.

Professor de educação física aposentado, Molletta foi escolhido pelo Conselho Consultivo para assumir a gestão temporária do clube. O novo mandatário afirmou que está se inteirando do que está acontecendo dentro do Tricolor e que pretende solucionar todos os problemas possíveis durante o tempo que permanecer como presidente.

“A questão financeira é o que mais preocupa no clube, é o que mais traz transtornos. Com esse ano de pandemia não foi só o Paraná que teve problemas. O que posso dizer é que me foi passado algumas pendencias com o elenco e funcionários, o clube reconhece e sabe que tem. A gente tem percebido muita gente querendo ajudar e contribuir, por isso o nosso propósito é o mais breve possível estar com essas pendencias resolvidas e encaminhadas”, explicou.

“Existe uma pendencia em relação ao mês de novembro que venceu em dezembro, em relação ao direito de imagem. Uma parte dela considerável de novembro já foi pago. O que venceu em janeiro não foi paga ainda, não tem nem o direito de imagem pago e nem o salário, por hora essas são as pendencias com elenco e funcionários”, detalhou o presidente. Ele complementou afirmando que “ainda é motivo de ter uma reunião para ver o que podemos fazer, talvez negociações ou outras ações. Estamos trabalhando em cima disso o que podemos levantar de imediato para saldar estas pendências. Por hora o recolhimento de porcentagens de renda está temporariamente suspenso, mas devem voltar a ser cobradas, então precisamos nos planejar”.

Molletta também citou que o Ato Trabalhista continua e que o Tricolor deverá aguardar a decisão do juiz sobre a situação de Leonardo Oliveira como interventor legal. “Vamos ter que conversar com o juiz e temos que apresentar novos nomes e permitir que ele escolha pessoas não de confiança do Paraná, porque precisa ser de confiança do juiz. Estamos confiantes que o Ato Trabalhista será renovado e também respeitamos a decisão do juiz”, pontuou.

Sobre o futuro do clube, o presidente destacou que independentemente de estar na Série B ou na Série C, o Tricolor vai precisar se organizar para que a casa fique em ordem. “Muitas pessoas estão nesse momento querendo ajudar o Paraná. Nosso maior desafio é capitalizar essa sinergia de forma que isso crie soluções dentro do Paraná e não mais problemas. Essa ajuda com trabalho está sendo proposta, 100% das pessoas que estão se dirigindo estão confiando na nossa proposta da interinidade. Não se monta time forte e competitivo com pouco recurso”, disse.

Molleta concluiu convocando a torcida que deixou de contribuir no plano de sócio a voltar a trazer renda para o clube, que se cair para a terceira divisão não poderá mais contar com a cota de diretos de transmissão da televisão. “Em julho de 2019 nós tínhamos 3.129 sócios pagantes. Para grandeza do clube, número muito pequeno. Com a sequência da pandemia, houve e evasão. Chegamos ao final do ano, com 1281 sócios.  Por isso eu conclamo todos apaixonados torcedores. Podemos dar uma resposta imediata de alguma forma se envolvendo. Dentro disponibilidade de cada um, peço para aderirem ao sócio. É momento muito importante para saudarmos compromissos”.

Fonte: Banda B

Related Posts

Facebook Comments