O Paraná não fez uma partida excepcional na tarde deste sábado (25 de junho), contra o Joinville, na Vila Capanema. Mas fez o suficiente para conseguir sua primeira vitória sob o comando do técnico Marcelo Martelotte pelo placar mínimo (1 a 0), gol de Robson no final da primeira etapa. Agora o treinador paranista soma uma vitória, um empate e uma derrota.

Com o resultado, o clube paranaense chega aos 17 pontos em 12 rodadas na Série B e assume a 10ª colocação, quatro pontos atrás do Criciúma, 4º colocado, e seis a frente do próprio Joinville, que abre a zona de rebaixamento aparecendo na 17ª colocação, sem vencer há quatro jogos.

Na próxima terça-feira o Paraná vai ao Rio de Janeiro medir forças com o Vasco, líder da Série B, em São Januário, às 20h30. Já o Joinville recebe o CRB em sua Arena no mesmo dia, mas às 19h15.

O Jogo

Para seu terceiro jogo como comandante do Paraná, o técnico Marcelo Martelotte pôde repetir a escalação usada no empate em 1 a 1 com o CRB, em Maceió, na última terça-feira. Isso, porém, não foi necessariamente boa notícia. É que o técnico esperava contar com reforços, mas sete jogadores seguem no Departamento Médico. Já no Joinville, a novidade era a estreia de Dodô, atacante brasileiro de 28 anos naturalizado croato e que vinha atuando no futebol do Azerbaijão antes de acertar seu retorno ao Brasil, país que deixou ainda garoto.

A repetição do time que jogou na partida anterior, contudo, não significou um maior entrosamento. Os erros de passe foram muitos (média um passe errado a cada cinco tentativas do time paranaense, e um a cada quatro dos catarinenses) e as chances de gol, escassas. A bola pouco ficava no chão, com os dois times apostando muito nas ligações diretas, mas também errando muito (o Paraná errou 15 das 29 tentativas, enquando o Joinville fracassou em incríveis 24 dos 28 lançamentos tentados).

Em verdade, o confronto era digno de dois times que ocupam posição na metade de baixo da tabela. Prova disso é que a única chance dos catarinenses veio numa falha bizarra da zaga paranista, logo no primeiro minuto de partida, ao passo que o time paranaense só foi finalizar a primeira vez contra o gol de Oliveira aos 25 minutos de partida.

Quando os poucos torcedores presentes no estádio começavam a bocejar, o Paraná conseguiu “achar” seu golzinho na partida: Lucio Flavio recebe na área, cai no chão, se levanta e toca para Robson, que até então havia se destacado por aparecer constantemente em posição de impedimento, fuzilar contra a meta do Joinville: 1 a 0 para os donos da casa.

Na volta para a segunda etapa, Hemerson Maria fez duas mudanças em sua equipe: sacou o lateral-direito Everton Silva e o atacante Fernando Viana para as entradas de Matheus Bertotto e William Barbio. Marcelo Martelotte, por sua vez, não mexeu no 11 titular, mas tratou de alterar a postura da equipe, adiantando as linhas paranistas para tentar pressionar o adversário no campo de ataque.

As mudanças até deram um alento à partida, mas embora os erros individuais e coletivos já não fossem tão constantes, o duelo continuou sendo muito mais de transpiração, carecendo de inspiração. Ainda assim, a maior sobriedade paranistas rendeu algumas boas oportunidades ao time paranista, superior ao adversário na etapa final. O goleiro Oliveira e a falta de pontaria dos jogadores, porém, evitaram que o Paraná deixasse o campo com um placar mais elástico.

PARANÁ 1 x 0 JOINVILLE

Paraná: Marcos; Diego Tavares, Pitty, Alisson e Fernandes; Basso, Leandro Silva, Válber (Henrique), Murilo Rangel (Claudevan) e Robson; Lúcio Flávio (Robert). Técnico: Marcelo Martelotte
Joinville: Oliveira; Everton Silva (Matheus Bertotto), Ligger, Bruno Aguiar e Diego; Paulinho Dias, Naldo, Pereira (Murilo); Fernando Viana (William Barbio), Dodô e Gabriel Vasconcelos. Técnico: Hemerson Maria
Gols: Robson (44-1º)
Cartões amarelos: Everton Silva, Gabriel Vasconcelos (J); Pitty, Murilo Rangel (P)
Árbitro: Mayron F. dos Reis Novais (MA)
Público: 2.263 pagantes
Renda: R$ 47.555,00
Local: Vila Capanema, sábado às 16 horas

 Fonte: Bem PAraná

Related Posts

Facebook Comments