Eudi Silva de Souza não é mais supervisor do Atlético de Paranavaí. Ele foi demitido do cargo, ontem, pelo presidente Nivaldo Mazzin, consequência da punição imposta pelo TJD-PR ao clube de Paranavaí. “A culpa não é toda dele, está pagando pela inexperiência”, disse Mazzin ao confirmar a dispensa de Souza, que atua como supervisor pela primeira vez, depois de encerrar a carreira como jogador no ano passado.
O Vermelhinho perdeu 9 pontos por utilizar o jogador Jefferson nas duas primeiras rodadas do Estadual da 2ª Divisão. Na primeira rodada, o Paranavaí jogou em Cianorte e perdeu de 1×0, e foi penalizado com a perda de 3 pontos. Contra o Andraus, o Paranavaí venceu de 3×2 e a penalização foi a perda de 3 pontos, mais os pontos conquistados na partida.
Jefferson defendeu o Grêmio Maringá no ano passado e nas últimas rodadas foi expulso e foi acusado de jogar uma pedra de gelo no árbitro. O jogador cumpriu a suspensão automática, e foi a julgamento no TJD, e recebeu mais um jogo de suspensão. Como a competição havia terminado, a punição deveria ser cumprida em seu novo clube, no caso, o Paranavaí, o que não aconteceu.
“Tinha de tomar uma decisão, foi uma situação muito grave”, disse Nivaldo Mazzin, revelando cobranças de torcedores e patrocinadores sobre o episódio. Ao Diário do Noroeste, anteontem, Eudi Souza lamentou a punição. “Fico triste pelo nome do ACP que, infelizmente, esse ano está envolvido em muitas coisas negativas. A penalização foi imposta, não tem como recorrer”, disse ele.
Nivaldo Mazzin diz que os problemas prejudicam a imagem do Vermelhinho, que começou o ano com a debandada da diretoria, com salário do elenco em atraso e agora a perda de pontos por lançar jogador sem condições. Mazzin diz que não é tarefa fácil assumir o clube nesta situação, esperando o acesso à primeira divisão “para apagar as coisas ruins”.
A diretoria não pensa, no momento, em um nome para o cargo de supervisor.
CLASSIFICADO – O Atlético de Paranavaí conquistou 9 pontos nesta primeira fase, mas vai a zero ponto com a punição do TJD. Apesar disso, o time do técnico Lio Evaristo está classificado e pode até escolher seu adversário no mata-mata da segunda fase.
É certo que Prudentópolis e Cianorte, ambos com 14 pontos, ficarão nas duas primeiras posições. O Prudentópolis pode ficar em primeiro pelo fato de jogar domingo contra o lanterna Cascavel, em casa. O Cascavel só somou 1 ponto até agora.
Se o Paranavaí perder seu jogo de domingo, contra a Portuguesa, ficará em último lugar, com zero ponto, e vai enfrentar muito provavelmente o Prudentópolis. Se o Paranavaí vencer certamente vai enfrentar o Cianorte. Vale destacar que as equipes do Prudentópolis e Cianorte continuam invictas na competição. No jogo entre ambas, houve empate em 0x0, na segunda rodada. Já o Paranavaí perdeu em Prudentópolis (1×0) na primeira rodada e empatou (1×1) em Cianorte, na sexta rodada. O Vermelhinho vem de cinco jogos invictos.

Related Posts

Facebook Comments