O Coritiba, enfim, conseguiu pontuar fora de casa no Brasileirão 2016. Só não foi a pontuação “dos sonhos”: apenas um pontinho. O time empatou com o Figueirense em 0 a 0, neste domingo (26), em Florianópolis. A partida era válida pela 11ª rodada da competição.

Com o empate, o time terminou a rodada em 19º lugar, com 10 pontos – dois a mais que o lanterna América-MG e dois a menos que o Sport, último time que aparece fora da área de degola. Mesmo se tivesse vencido o jogo, o Coritiba não deixaria a zona de rebaixamento. Ficaria atrás do Sport no saldo de gols.

De todos os times do Brasileirão, o Coritiba era o único que não havia sequer pontuado fora de casa. O time somou derrotas contra Santos (2 a 1), Grêmio (2 a 0), Corinthians (2 a 1) e América-MG (2 a 1). E, curiosamente, perdeu também o jogo em que era mandante, mas atuou na Vila Capanema – levou 4 a 3 da Chapecoense. Por outro lado, o Figueirense não havia perdido atuando no Orlando Scarpelli neste Brasileirão.

O Coritiba volta a campo nesta quarta-feira (29). Enfrenta o Atlético-PR, no Couto Pereira, às 21 horas.

Jogo

Armado num 4-2-3-1, e com os retornos de Juninho (zagueiro) e João Paulo (volante), o Coritiba foi acuado pelo Figueirense nos primeiros 15 minutos. Depois disso, porém, o time paranaense equilibrou as ações. Às vezes tinha até mais posse de bola, mesmo jogando fora de casa.

Mas isso não significou que se criassem chances de gol. Nesse sentido, o primeiro tempo foi pobre: apenas uma finalização certa e cada lado. Os coxas-brancas arriscaram um pouco mais (8 a 3 em arremates errados), enquanto o Figueirense teve mais posse de bola (51% a 49%).

O técnico Pachequinho não fez mudanças para a etapa final. Mas ele mesmo foi expulso aos 10 minutos, ao reclamar de uma falta não marcada em Kleber. Até ali, o Coritiba sofria pressão e dependeu do goleiro Wilson em pelo menos dois lances para não sofrer um gol. Curiosamente, depois disso o jogo ficou amarrado novamente.

Aos 21 minutos, o Coritiba trocou o meia Juan pelo atacante Leandro. Ele entrou para jogar pelo lado esquerdo, enquanto Felipe Amorim migrou para a ponta direita e Ruy, que atuava por esse lado, ficou centralizado. Aos 28, foi a vez de Iago entrar no lugar de Felipe Amorim.

Com as trocas, o time paranaense passou a ganhar terreno. Faltou finalizar de forma correta. Aos 32 minutos, Leandro perdeu grande chance na pequena área, ao arrematar na trave. Em sua última cartada, o Coxa lançou mão do atacante Evandro no lugar do meia Ruy, aos 39 minutos.

Mas não chegou ao gol. Ao menos, o Coritiba pontuou – e ficou sem tomar gol pela primeira vez nos últimos 10 jogos.

A partida terminou com 17 finalizações do Coritiba (quatro certas e uma na trave) e oito (3 certas) do Figueirense. O time paranaense teve 50,5% de posse de bola e 85% de eficiência nos passes, segundo o Footstats.

 

Figueirense 0 x 0 Coritiba

Figueirense

Gatito Fernández; Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Jackson Caucaia (Dodô) e Bady; Lins (Ermel), Rafael Moura e Dudu (Everton Santos). Técnico: Vinicius Eutrópio

Coritiba

Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; Edinho, João Paulo, Ruy (Evandro), Juan (Leandro) e Felipe Amorim (Iago); Kleber. Técnico: Pachequinho

Cartões amarelos: Kleber, Dudu, João Paulo, Jackson Caucaia, Leandro, Carlinhos,

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha

Local: Estádio Orlando Scarpelli, domingo

Related Posts

Facebook Comments