Após a Corrida de Duplas, disputada no mês passado, em Curitiba, a temporada 2016 da Stock Car tem praticamente uma nova estreia neste final de semana no Velopark, onde importantes novidades do regulamento passam a ser colocadas em prática neste ano. A maioria delas tem um único objetivo: reduzir custos.

Além de contar poucos pontos para o campeonato (apenas 6), a etapa de abertura teve uma programação de treinos acima do normal por conta dos pilotos convidados. Agora, na segunda etapa, estreia o pacote de redução de custos imposto para temporada 2016, com menos treinos e menos jogos de pneus para pilotos e equipes.

A rodada dupla do Velopark será a primeira das quatro etapas que terão toda programação de treinos e corridas limitada a sábado e domingo – em Curitiba, houve treinos inclusive na quarta, quinta e sexta-feira. Além disso, a limitação de apenas 1 jogo e meio de pneus passa a ter mais impacto nas atividades – ao contrário de 2015, quando os pilotos recebiam 2 novos jogos por etapa.

“São medidas que buscam diminuir o custo para as equipes. No caso de uma programação enxuta como a do Velopark, teremos 40 minutos a menos de atividade de pista e um dia a menos de viagem, o que significa menos custos de logística e também de manutenção do carro, por exemplo”, explica Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Shell Racing, que colocou seus dois carros entre os seis primeiros na abertura da temporada, em Curitiba.

Por outro lado, o desafio para pilotos e equipes aumenta ainda mais neste final de semana. Afinal, a primeira atividade de pista será às 8h e, logo depois, às 11h20, o carro já terá que ter o acerto ideal para o treino classificatório. As duas corridas seguirão sendo disputadas no domingo.

“Mais do que nunca vale aquela máxima de que o carro precisa vir pronto da oficina, ou seja, já chegar com um ótimo ajuste”, diz Rodolpho.

Outra novidade que ainda não está confirmada é a possível ausência de pit stop no Velopark. Como os carros não terão as esferas que limitam a capacidade do tanque, é possível que as equipes consigam fazer a prova toda sem a necessidade de reabastecimento. Além disso, a pista do Velopark é de baixo consumo de pneus. “Particularmente prefiro uma corrida com mais possibilidades de estratégia, mas estamos preparados para qualquer cenário”, explica Átila Abreu, que foi o primeiro piloto a vencer nesta atual configuração do Velopark, com 2,278 metros.

Vale destacar que o regulamento particular de prova só será divulgado na sexta-feira e, com ele, pode haver a limitação de quanto combustível as equipes largam na corrida 1. “Se houver limitação, como ocorre em provas longas, como a do Milhão, é possível criar artificialmente a necessidade do pit stop”, explica Mattheis.

A programação de treinos no Velopark será toda no sábado, a partir das 8h. O Sportv exibe o treino classificatório a partir das 14h e, no domingo, a rodada dupla a partir das 13h.

Confira a programação completa do Velopark:

Sábado, 9 de abril
08h00 – 08h10 – Shakedown (Grupo 1) STOCK CAR
08h15 – 08h25 – Shakedown (Grupo 2) STOCK CAR
08h35 – 09h15 – 1º Treino (Grupo 1) STOCK CAR
09h20 – 10h00 – 1º Treino (Grupo 2) STOCK CAR
11h20 – 12h00 – 2º Treino (Grupo 1) STOCK CAR
12h05 – 12h45 – 2º Treino (Grupo 2) STOCK CAR
14h00 – 15h00 – Classificação STOCK CAR

Domingo, 10 de abril
13h00 – Largada Corrida 1 STOCK CAR
14h10 – Largada Corrida 2 STOCK CAR
15h00 – 16h00 – Visitação aos boxes / Volta Rápida

Related Posts

Facebook Comments