Respiro

O Coritiba venceu por 1 a 0 o Santa Cruz, nessa quarta-feira (dia 16) à noite, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, ficou em 14º lugar, com 45 pontos – sete pontos acima da zona de rebaixamento. No entanto, essa distância pode reduzir na quinta-feira, com os jogos do Vitória (contra o Santos) e do Internacional (com a Ponte Preta).

Com o resultado, o Santa Cruz foi matematicamente rebaixado. Está em 19º lugar, com 27 pontos.

Nas três rodadas finais, o Coxa ainda pega o Flamengo (no Maracanã), o Vitória (no Couto) e a Ponte Preta (em Campinas).

ARTILHEIROS
O atacante Leandro chegou a 5 gols em 23 jogos no Brasileirão. É o vice-artilheiro da equipe na competição, atrás de Kleber (8 gols em 22 jogos). No total do ano, Kleber é o goleador com 22 gols, seguido por Leandro, com 12, e Juan, com 10.

FATOR CAMPO
O técnico do Coritiba, Carpegiani, segue invicto no Couto Pereira pelo Brasileirão, com seis vitórias e três empates. O Santa Cruz só venceu uma partida como visitante no Brasileirão 2016. Nos demais jogos, cinco empates e 12 derrotas.

RETROSPECTO
A última derrota do Coritiba para o Santa Cruz ocorreu em 1980.

TÉCNICO
O técnico Carpegiani completou 23 jogos no comando do Coritiba, com 9 vitórias, 7 empates e 7 derrotas.

ESCALAÇÃO
Os desfalques do Coritiba eram João Paulo, González, Luccas Claro, Alan Santos e Neto Berola. O esquema tático era o 4-2-3-1. Kazim era o único atacante. A linha de três meias tinha Kleber (centro), Leandro (esquerda) e Raphael Veiga (direita). O Santa Cruz, que não tinha o zagueiro Neris, também usou o 4-2-3-1.

PRIMEIRO TEMPO
O Coritiba jogou avançado e tentou sufocar o adversário. A proposta funcionou parcialmente. O Santa Cruz levou perigo em jogadas individuais de Grafite e também aproveitando diversos erros individuais do Coxa. Foram quatro chances de gol para cada equipe no primeiro tempo.

SUBSTITUIÇÕES
No intervalo, Raphael Veiga foi substituído pelo atacante Iago. O esquema seguiu o mesmo. Aos 23, Carpegiani tirou Juan e colocou Yan Sasse. Aos 26, o lateral-direito Dodô entrou no lugar do lateral-esquerdo Carlinhos. Com isso, Cesar Benitez passou a jogar na esquerda.

SEGUNDO TEMPO
O jogo continuou aberto, com chances iguais para os dois lados. Aos 17, Grafite recebeu de Keno e chutou no travessão. O Coxa fez 1 a 0 aos 29, com boa jogada de Kleber e finalização de Leandro.

ESTATÍSTICAS
O Coritiba teve 54% de posse de bola, 12 finalizações (4 certas), nenhum escanteio e 84% de precisão nos passes e lançamentos. O Santa Cruz somou 8 finalizações (2 certas), 4 escanteios e 81% nos passes e lançamentos. Os dados são do WhoScored.

CORITIBA 1 x 0 SANTA CRUZ
Coritiba: Wilson; Benítez, Walisson Maia, Juninho e Carlinhos (Dodô); Amaral, Juan (Yan Sasse), Raphael Veiga (Iago), Kleber e Leandro; Kazim. Técnico: Carpegiani
Santa Cruz: Tiago Cardoso; Vítor (Arthur), Luan Peres, Danny Morais e Roberto; Derley (Bruno Moraes), Jadson (Pisano), Léo Moura, João Paulo e Keno; Grafite. Técnico: Adriano Teixeira
Gol: Leandro (29-2º)
Cartões amarelos: Derley, Danny Morais (SC). Raphael Veiga, Carlinhos (C).
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Local: Couto Pereira

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *