No retorno do Tubarão ao Estádio do Café após seis meses, quem se sentiu em casa foi o Cruzeiro. O clube mineiro venceu o Londrina por 2 a 0, na noite de ontem, e eliminou o alviceleste na segunda fase da Copa do Brasil sem necessidade do jogo de volta no Mineirão, que seria realizado na próxima terça-feira. Após a desclassificação, o LEC se concentra apenas na Série B do Campeonato Brasileiro. O clube estreia em casa no próximo sábado, às 16h, contra o CRB. Já o Cruzeiro aguarda o classificado do confronto entre Portuguesa e Vitória.
O jogo começou com aproximadamente 20 minutos de atraso por causa de um problema nos refletores do estádio, que deixou parte do Café no escuro. A Copel foi acionada para a troca de um transformador, serviço que restabeleceu a iluminação em todo o gramado.
O Cruzeiro entrou à vontade em campo e dominou o primeiro tempo. O volume de jogo e maior posse bola dos mineiros deram resultado aos 22 minutos. Após cruzamento de Pisano, o zagueiro Bruno Rodrigo acertou uma cabeçada no canto da meta alviceleste e balançou as redes. A situação do LEC ficou ainda mais difícil aos 36 minutos. Revelado pelo Tubarão, o londrinense Henrique marcou um golaço no Café. O volante acertou um belo chute e marcou o segundo gol cruzeirense, o que garantiu o clube mineiro na próxima fase da Copa Brasil. “Essa é uma característica que eu tenho e sempre procuro arriscar de fora da área. Fui muito feliz na finalização”, comentou Henrique.
No intervalo, o técnico do Londrina, Claudio Tencati, colocou o meia Rafael Gava e o atacante Jô, que estreou com a camisa azul e branco. Aos 21 minutos, o treinador fez a última mudança em busca do gol que poderia manter o Tubarão vivo. O centroavante Bruno Batata entrou no lugar de Paulinho Moccelin e quase marcou aos 35 minutos, quando desviou um cruzamento para grande defesa do goleiro Fábio.

DESPEDIDA
A partida também marcou a despedida do goleiro Vítor com a camisa alviceleste. Campeão paranaense em 2014 e eleito o melhor jogador da Série C no ano passado, Vítor deixou o futebol por conta de uma decisão pessoal. O atleta é adventista, religião que tem como princípio a guarda do sábado. No Paranaense, Vítor foi para o banco de reservas e teve o contrato encerrado ontem. “O Londrina marcou a minha vida, pois foi o clube onde realizei os meus sonhos no futebol. Fico feliz pelas conquistas e acessos e por terminar com mais um título (do interior) neste ano”, agradeceu o goleiro. (Com informações do repórter Lucio Flávio Cruz)

Em Londrina

Londrina: Marcelo Rangel; Igor, Silvio, Matheus e Paulinho; Germano, Bidía (Rafael Gava), Zé Rafael (Jô) e Netinho; Paulinho Moccelin (Bruno Batata) e Itamar. Técnico: Claudio Tencati

Cruzeiro: Fábio; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Sanchez Miño;Romero, Henrique, Élber (Douglas Coutinho), Pisano (Ariel Cabral) e Allano (Bruno Ramirez); Willian. Técnico: Geraldo Delamore

Gols: Bruno Rodrigo aos 22 minutos e Henrique aos 36 minutos do primeiro tempo

Público: 2.732 pagantes/ total:3.393

Renda: R$ 54.650

Árbitro: Márcio Henrique Gois (SP)

Local: Estádio do Café

Fonte: FOlhadeLondrina

Related Posts

Facebook Comments