Tênis: curitibana fura quali e estreia como profissional

Tênis: curitibana fura quali e estreia como profissional

O primeiro dia da chave principal da Copa Feminina de Tênis terá nove brasileiras em ação nesta terça-feira, a partir das 10h30, em Piracicaba. A estreia da paulista Nathaly Kurata, cabeça de chave 2, e três duelos nacionais são destaques do dia no torneio que distribui US$ 15 mil em premiação e conta com patrocínio do Santander Brasil, por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania.

Nathaly disputa seu primeiro torneio internacional desde março de 2020 e encara a chilena Fernanda Astete, no encerramento da quadra central. Entre as estrangeiras no ITF World Tennis Tour, uma das atrações é a argentina Solana Sierra, semifinalista do US Open juvenil, há um mês. A atleta de 17 anos faz o segundo jogo da quadra 5, contra a italiana Miriana Tona.

QUALIFYING LEVA JUVENIS BRASILEIRAS À CHAVE PRINCIPAL

Depois de mais de um ano e meio sem um torneio feminino internacional no Brasil, o ITF W15 de Piracicaba é a primeira oportunidade para muitas jovens no circuito. Uma delas é a paranaense Isabelle Karam, de apenas 15 anos, que integra a equipe da Academia Pereira Tennis, da família que tem história no esporte com os irmãos Teliana, José e o treinador Renato.

“É um sonho realizado entrar na chave de um torneio profissional na primeira vez que eu estou jogando. Eu estava um pouco nervosa, mas muito feliz de jogar e (agora) muito animada para a chave principal”, comemorou Isabelle após passar o qualifying, superando Mariana Carvalho por duplo 6/1.

A curitibana estreia na chave principal contra a alemã Luisa Heide, cabeça de chave 3, e espera aproveitar toda a semana, nos jogos e nos treinos, em sua primeira experiência como profissional. “É muito importante (um torneio internacional), porque vou pegar meninas de outros lugares, que jogam diferente, e também para ver como eu estou jogando em relação aos outros países”, acrescentou.

Também furaram o quali outras cinco juvenis brasileiras, todas com menos de 17 anos. Voltam à quadra já nesta terça, pela chave principal, a paulista Ana Maria Ramos, de 14 anos, em duelo nacional contra Mariana Borges, e Isabella Castro, de 16 anos, diante de Elysia Wan, da Malásia.

Related Posts

Facebook Comments