Vôlei: Estadual Feminino começa nesta sexta

Vôlei: Estadual Feminino começa nesta sexta

Vai começar a temporada para o Vôlei Marechal. Nesta sexta-feira (09), o time comandado pelo experiente técnico Miro dos Santos vai até Maringá encarar o Amavôlei na abertura do Campeonato Paranaense Adulto Série A. O duelo, que será uma reedição da semifinal de 2019, começa às 16h, no ginásio Chico Neto.

Credenciado pelo inédito vice-campeonato estadual na edição 2019 (foi superado pelo São José dos Pinhais na decisão), o Vôlei Marechal entra no Paranaense com a missão de chegar ao topo do pódio nesta temporada.

E para atingir o objetivo, o Vôlei Marechal contará com o seguinte elenco, formado por 15 atletas, mesclando contratações e jogadoras nas categoria de base do Colégio Martin Luther/ Prefeitura de Marechal Rondon:

Líberos: Aninha e Gabi Lazzari

Levantadoras: Luana e Luiza

Ponteira/ oposta: Gabriela Zuquelo, Karina, Gabrielle, Ana Rudiger, Ana Bento, Isabely e Ester

Centrais: Bruna, Yasmin, Fabrícia, Valléria

Técnico: Miro dos Santos

Auxiliar: Luis Kubiski

Fórmula e tabela

Em razão do calendário apertado devido à pandemia de Covid-19, a Federação Paranaense de Voleibol precisou alterar o formato de disputa e dividir as seis equipes em duas chaves. No Grupo A, estãoFoz do Iguaçu, Cascavel e Santa Helena, enquanto no Grupo B, além de Marechal e Maringá, está a seleção de Toledo. Após jogarem em turno e returno dentro da chave na 1ª fase, as duas melhores equipes avançam para a semifinal.

Após a estreia diante de Maringá fora de casa, o Vôlei Marechal irá jogar no dia 15 de outubro, às 19h, contra Toledo, no ginásio Hugo Zeni; no dia 16, às 18h, contra Maringá, e dia 20, as 20h, contra Toledo, ambos no ginásio Ney Braga, em Marechal Rondon.

As semifinais, em jogos únicos, estão previstas para o dia 27, e a grande decisão para o dia 31 de outubro.

Superliga C

Após a disputa doCampeonato Paranaense neste mês de outubro, o Vôlei Marechal terá outro grande desafio na temporada entre os dias 4 e 8 de novembro, na cidade de Contagem (MG), onde irá brigar pela única vaga destinada ao Grupo 2 na Superliga B em 2021 contra outras seis equipes: Sada (MG), CRES/Varginha/ Voleibol do Futuro (MG), Minas Náutico (MG), Instituto Mais Ação (MG), AVG/PMG (SP) e Taubaté (SP).

Related Posts

Facebook Comments