Garotada deu conta do resultado

O Atlético eliminou o Londrina nos pênaltis e se classificou para a final do Paranaense , na tarde deste domingo (23), em Londrina. No tempo normal, Paulo Rangel e Celsinho anotaram pelo Tubarão e Renan Paulino fez para o Furacão, gols que construíram o mesmo placar da primeira partida. Luís Henrique converteu o pênalti decisivo que deu a vaga na decisão do Estadual para o Rubro-Negro.

Pelo Furacão, ninguém errou as penalidades. João Pedro, Nicolas, Yago, Cascardo e Luís Henrique converteram suas cobranças e viram Rafael Gava desperdiçar a quarta cobrança do Tubarão, que garantiu o clássico Atletiba na final do Paranaense.

O Atlético reencontra agora o seu maior rival, Coritiba, na decisão do Estadual. As duas equipes já se enfrentaram na quinta rodada da primeira fase, no jogo que ficou conhecido como “clássico do Youtube”. Na ocasião, o Rubro-Negro venceu o Alviverde por 2 a 0 – gols de Crysan e Coutinho, com a mesma equipe alternativa utilizada contra o Londrina.

O primeiro duelo será no próximo domingo (30), na Arena da Baixada, enquanto a volta acontecerá no domingo seguinte (07/05), no Couto Pereira.

O JOGO

O técnico Paulo Autuori mandou a equipe alternativa para a semifinal, realizada no Estádio do Café. A medida foi decidida como protesto do clube à punição da Justiça Desportiva (TDJ-PR) aos jogadores envolvidos na confusão após o clássico com o Paraná, dia 9 de abril, na Vila Capanema.

Com a vantagem do empate, a equipe rubro-negra entrou em campo escalado com três zagueiros, uma formação diferente do que o Furacão normalmente usa. O Tubarão correu atrás da desvantagem e abriu 2 a 0. Sò depois disso que o Furacão foi para o ataque e acabou sendo recompensado com o tento anotado por Renan Paulino, aos 36 do segundo tempo.

Sobre a iniciativa do jogo ter sido do Tubarão, o goleiro Santos disse que a equipe já esperava essa pressão, ainda mais fora de casa. “Sabíamos que eles iam vir para cima. Nossa equipe foi guerreira e agora estamos na final”, comemorou.

Gol

Primeiro tempo

1 x 0 (39 min) – Celsinho faz grande jogada pela esquerda e cruza com precisão para Paulo Rangel, que completa de cabeça, sem marcação.

Segundo tempo

2 x 0 (7 min) – Celsinho entra pela direita, enfileirando a defesa, e chuta cruzado. A bola ainda toca levemente em Santos, mas para no fundo do gol.

2 x 1 (35 min) – Em rápido contra-ataque, Renan Paulino e diminui a vantagem do Tubarão.

Cartões

Cartões amarelos: Celsinho (Londrina); Marcão (Atlético)

Próximos jogos:

Atlético: Flamengo (casa/ Libertadores)

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *