Operário celebra primeiro título nacional

O Operário Ferroviário EC, de Ponta Grossa, é o mais novo Campeão de 2017. CAMPEÃO BRASILEIRO DA SÉRIE “D”. Mesmo derrotado por 1 a 0, em Vila Oficinas, o Fantasma, foi campeão, porque jogava pelo empate, vitória simples e até podia perder pela diferença de 4 gols. Tudo porque venceu o primeiro jogo, no Ceará-Mirim, por 5 a 0. Depois de 105 anos de vida, o alvinegro de Vila Oficinas chega a conquista nacional passando a íntegrar, em 2018, a Série “C”, com equipes mais qualificadas.
O Operário, mesmo sabendo que podia perder até pela diferença de quatro gols, surpreendeu, saindo com dois volantes de marcação, e, embora tenha om domínio na maior parte do jogo, pecou pelo excesso de toques, passes, sem muita eficiência na conclusão. Buscou sempre as extrema, quando o caminho mais fácil, era pelo meio, diante a fragilidade de marcação dos meio campistas potiguares. Tomou o gol do jogo, aos 24 minutos do primeiro tempo, obra de Tiago Lima, aproveitando falha defensiva alvinegra, e teve dificuldades de reação. Na etapa final, corrigindo erros, o técnico Gerson Simão, melhorou o posicionamento de Índio e Serginho Paulista, anulando a melhor jogada do Globo, com o lateral esquerdo Renatinho Carioca. O Globo, mesmo precisando fazer mais quatro gols, revelou cansaço e se encolheu, com o Operário pressionando o tempo total, sem objetividade no arremate final. O jogo acabou com resultado justo, em 1 a 0 para o Globo, mas, não acabou com a festa da torcida alvinegra, que comemorou muito. 8.679 pagantes, com público total de 8.830 torcedores, e renda de R$247.480,00.
Jogaram e foram campeões pelo Operário: Simão, Danilo Baia, Alisson. Sossa e Peixoto. Índio, Serginho Paulista, Robinho (Athos) e Jean. Quirino (Dione) e Lucas Batatinha (Schumacher).
Venceram pelo Globo FC: Dasanev, Ângelo, Negretti, Gravatá (Geovane) e Renato Carioca. Reinaldo, Erick, Eduardo (Pablo) e Cosme. Tiago Lima e Gláucio.
Arbitragem de Rodrigo Alonso Ferreira (Santa Catarina), que mostrou cartões amarelos para Sergio Paulista e Quirino do Operário e, mais para Ângelo, Gravatá, Erick, Renatinho Carioca e Cosme, do Globo.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *