Copagril sobe na classificação da Liga

Em confronto válido pela 10ª rodada da Liga Nacional, a Copagril/ Sempre Vida/ Sicredi derrotou o Atlântico, de Erechim (RS), por 4 a 1, nesta sexta-feira (23), no ginásio Ney Braga. A partida marcou a despedida do fixo Biel, que está a caminho do futsal do Azerbaijão. Com o resultado, os rondonenses chegam a 11 pontos, ocupando a parte do meio da tabela, momentaneamente na 10ª colocação. A posição será definida após o término da rodada.

O jogo

O equilíbrio na classificação (ambos com oito pontos ganhos antes da bola rolar) pôde ser notado nos primeiros 20 minutos de jogo. A primeira grande foi foi dos gaúchos. Aos 2’, Keké recebeu livre na área após conbrança de escanteio, mas mandou por cima. A resposta rondonense foi na sequência. Biel deixou Polleto na cara do gol, mas o chute mascado acabou saindo. Aos 8’, Bruno Petry roubou a bola de Vitor no ataque e Baranha apareceu para salvar a Copagril. No minuto seguinte, Djony lançou com o pé, Petry tocou de cabeça e a bola raspou o travessão. Aproveitando o melhor momento, o Atlântico abriu o placar aos 9’55’’. Após confusão no meio da quadra, Parrel recuou mal a bola para Baranha e Humberto, com tranquilidade, bateu firme no canto direito. Após sofrer o gol a Copagril melhorou e teve duas boas chances, com Poletto e Pedala, ambas muito bem defendidas por Djony. De tanto insistir, a Copagril chegou ao empate aos 19’24’’. Após cobrança de falta de Cristian Alfinete, a bola chegou até Parrel, que bateu cruzado e se redimiu da falha no lance do gol adversário. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.

Na volta do intervalo os rondonenses voltaram com tudo, e buscaram a virada logo aos 2’20’’, com Gustavinho, que desviou de cabeça o lançamento de Baranha. Pouco depois, aos 3’36’’, Deivão desceu pela esquerda, deixou o marcador para trás e bateu forte, cruzado, para fazer um lindo gol: 3 a 1. Aos 7’, o Atlântico tentou descontar com Keké, mas Baranha salvou outra vez. Do outro lado a Copagril foi certeira. Aos 8’01’’, Pedala arriscou o chute, a defesa cortou e na sobra Vitor bateu firme e a bola passou por baixo Djony: festa no Ney  Braga. Restando oito minutos para o fim, Murilo passou a jogar como goleiro-linha no Atlântico, e quem apareceu muito bem em mais quatro oportunidades foi Baranha, impedindo que Humberto, duas vezes, Grilo e Keké diminuíssem para os gaúchos. O camsa 1 rondonense ainda quase marcou o seu após defender o chute de Humerto e mandar de sua área, mas a bola explodiu na trave.

Após a partida, o fixo Biel, ovacionado pela torcida rondonense, lamentou o fato de ter feito seu último jogo com a camisa da Copagril. “Estou triste. A vontade real não era sair, mas tenho que começar a pensar no meu futuro, então por isso acho que será uma passagem muito boa por lá (no Azerbaijão). O sentimento de hoje, com essa é vitória, é muito bom. Agradeço a presença de todos que compareceram. Muito obrigado por esses três anos, fico muito agradecido, gosto muito da Copagril, da diretoria, que me acolheu muito bem desde que cheguei, e da torcida que desde o pimeiro jogo se identificou comigo. É emocionate. Muito obrigado a todos e bola pra frente”.

O próximo desafio da Copagril será nesta segunda-feira (26), às 20h30, contra o Campo Mourão, fora de casa, pela Chave Ouro. Pela Liga Nacional, os rondonenses voltam a jogar no dia 30, contra o Tubarão, em Santa Catarina.

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *