Ao final do jogo com a Chapecoense, o técnico do Coritiba, Paulo Cesar Carpegiani, lamentou a derrota e disse que as duas substituições ainda no primeiro tempo – Walisson Maia e Neto Berola saíram machucados – atrapalharam a equipe.

“As lesões no primeiro tempo, uma até com um pouco de maldade, nos atrapalharam um pouco”, reclamou Carpegiani, citando em especial a lesão de Neto Berola. “Fatalmente poderíamos mexer caso tivéssemos outras opções”, completou. “Mas a Chapecoense mereceu vencer”.

Carpegiani elogiou a equipe, que somou mais finalizaões certas que a Chapecoense – oito, contra quatro do rival. “Nós criamos, estou satisfeito com o rendimento, só lamento a dificuldade de marcar o gol”, falou ele. “Tivemos méritos para vencer o Grêmio e hoje enfrentamos um jogo de seis pontos e infelizmente não vencemos”.

Para o treinador, a equipe não pode baixar a cabeça por causa da derrota. “Não podemos lamentar, isso é o esporte”, disse. “Temos um grande jogo contra o Corinthians, na quarta-feira”.

Para quarta-feira, o treinador sabe que não poderá contar com Neto Berola e com Kleber. Walisson Maia também é dúvida, com chance maior de não jogar. “O Dodô talvez já tenha condições”, falou Carpegiani. Ele aguarda também o retorno do atacante Kazim. “Dependemos das situações para ver a montagem do time para quarta”.

Related Posts

Facebook Comments