O Paraná Clube estreou com empate na Copa do Brasil 2016. Nessa quarta-feira (dia 6) à noite, o time ficou no 1 a 1 com o Estanciano, em Estância (SE). Na partida de volta, marcada para 21 de abril, na Vila Capanema, o time paranaense precisa vencer por qualquer placar para ficar com a vaga. O gol como visitante é critério de desempate na competição. Com isso, um empate em 0 a 0 já classifica o Paraná.

Quem avançar, pega na próxima fase o vencedor do duelo entre Princesa do Solimões (AM) e Chapecoense (SC).

O Estanciano, último colocado do hexagonal final do Sergipano, tem folha salarial de R$ 90 mil mensais. O Paraná gasta R$ 400 mil mensais com futebol.

No total da temporada, o clube do Sergipe soma agora quatro vitórias, seis empates e 11 derrotas, com 12 gols marcados e 24 sofridos. O Estanciano já não tem mais chances no Sergipano e foi eliminado na primeira fase da Copa Nordeste. E o jogo contra o Paraná, pela Copa do Brasil, não atraiu o torcedor local: apenas 263 pessoas pagaram ingresso para ver a partida.

O técnico Claudinei Oliveira escalou força máxima no Paraná Clube, repetindo a escalação da vitória sobre o Foz, no último domingo.

O Paraná não começou bem e levou perigo em duas finalizações de Junior Mandacaru. Aos 16 minutos, o zagueiro Alisson precisou ser substituído, devido a uma pancada. Demerson entrou. O Estanciano abriu o placar aos 19 minutos. Gabriel chutou de longe e acertou no ângulo. O time paranaense não conseguiu reagir e passou por dificuldades no restante do primeiro tempo.

“Estamos com dificuldade na hora de tocar na bola por causa do gramado, mas não podemos dar desculpa por causa do gramado”, declarou o zagueiro Demerson, no intervalo.

O técnico pediu outra postura da equipe na volta para o segundo tempo. “O campo é largo, então tem que trabalhar a bola. Não pode ficar tentando chutão. O primeiro tempo ficou barato”, disse Claudinei.

No intervalo, Jean saiu e entrou o volante Lucas Otávio. O Paraná começou a reagir no jogo, mas a primeira chance foi do Estanciano, já aos 8 minutos. Depois de cobrança de falta na barreira, a bola sobrou para Gil Paraíba. Ele chutou forte, no canto, e Marcos fez grande defesa.

Aos 14 minutos, Claudinei fez outra substitução. Tirou o atacante Robson e colocou Rafael Carioca na meia-esquerda. A mudança deu resultado. Rafael Carioca criou boas jogadas pela esquerda. No entanto, o restante da equipe pouco ajudou. O empate só veio aos 47 minutos. Após escanteio, Zé Roberto pegou o rebote e chutou.

ESTANCIANO 1 x 1 PARANÁ
Estanciano: Jerfesson; Daniel, Emerson, Everton e Deivid; Elton, Koffi (Eduardo Silva), Gabriel (Cosme Sergipano) e Gil Paraíba; Warley e Junior Mandacaru (Nigéria). Técnico: Luiz Juresco
Paraná: Marcos; Nei, Alisson (Demerson), Zé Roberto e Fernandes; Jean (Lucas Otávio), Anderson Uchoa, Nadson, Válber e Robson (Rafael Carioca); Lucio Flávio. Técnico: Claudinei Oliveira
Gols: Gabriel (19-1º) e Zé Roberto (47-2º)
Cartões amarelos: Gabriel, Emerson (E). Jean, Demerson, Rafael Carioca(P).
Árbitro: Devarly Lira do Rosario (ES)
Público: 263 pagantes
Renda: R$ 5.590,00
Local: Estádio Francão, em Estância (SE), às 20h30

 

Fonte: Bem Paraná

Related Posts

Facebook Comments