O Londrina chega para o confronto mais esperado da temporada vivendo seu melhor momento no Brasileiro da Série B. Invicto nos últimos três jogos e depois de conquistar a primeira vitória fora de casa, o Tubarão recebe o líder Vasco, às 19h15, no Estádio do Café.
O triunfo diante do Bahia no último sábado e o bom futebol apresentado em Salvador deixaram o time ainda mais confiante e entusiasmado para enfrentar o maior favorito do campeonato. Uma vitória levaria o LEC, hoje ocupando a nona posição, com 16 pontos, para bem próximo dos primeiros colocados e, dependendo de uma combinação de resultados, até ao G4.
Vivendo uma fase instável na competição – duas derrotas e uma vitória nas últimas três partidas – os vascaínos buscam a recuperação para evitar um início de crise em São Januário. O time cruzmaltino soma 22 pontos e no sábado foi surpreendido em casa, após 17 partidas, pelo Paysandu, que ganhou por 2 a 0.
“O melhor momento que a gente poderia encarar um adversário deste nível. Quem vence o Vasco acumula uma pontuação não de três, mas de seis pontos porque é o maior candidato ao título. Daqui a pouco vai estar lá em cima já que tem uma força enorme. Nós temos que usar este momento favorável para que o Londrina vença”, avalia o técnico Claudio Tencati.
No Londrina, todos apontam o crescimento da equipe nas últimas rodadas, mas pregam cautela com o entusiasmo e reconhecem o poderio do adversário. “Sabemos das dificuldades que vamos enfrentar. O Vasco vem de duas derrotas, onde os adversários tiveram também uma dose de sorte grande. Teremos que jogar no nosso limite, dentro do nosso melhor para buscarmos o resultado”, ressaltou o treinador.
O alviceleste terá um time bastante modificado em relação ao que atuou na Fonte Nova. O desgaste da maratona de partidas fez mais três vítimas no clube. O zagueiro Matheus, com uma lesão no posterior da coxa esquerda, está vetado. O capitão Germano, também com um incômodo na coxa, e o meia Rondinelly, torção no joelho, não treinaram ontem e são dúvidas.
Na zaga, volta Silvio, desfalque nas últimas quatro partidas. Apesar de ainda não estar 100% recuperado da lesão no adutor, o zagueiro vai para o jogo em razão das poucas opções para o setor. Sem Germano, a dúvida para substituí-lo fica entre Fabiano e Bidía. Se Rondinelly não tiver condições de atuar, Zé Rafael será mantido no meio-campo e Paulinho Moccelin retorna, deixando a equipe com três atacantes como nos últimos jogos dentro de casa.
Mesmo tendo sido o grande nome da vitória alviceleste em Salvador, Itamar volta para o banco para o retorno de Keirrison. “Não existe dor de cabeça e sim critério. O Keirrison saiu do time para ser poupado. O Itamar continua buscando o seu espaço e no transcorrer dos jogos a concorrência vai acontecer, normalmente, e a chance vai surgir para todos”, afirmou Tencati.
O técnico Jorginho não tem desfalques para escalar o Vasco e deve repetir a formação da partida contra o Paysandu. O treinador aposta no camisa 10, Nenê, artilheiro da Série B, com oito gols, para fazer o time voltar a vencer. Na história dos confrontos foram cinco jogos entre as equipes. Duas vitórias vascaínas, dois empates e uma vitória londrinense.

Em Londrina

Londrina: Marcelo; Igor, Luizão, Silvio e Léo. Germano (Fabiano ou Bidía), Rafael Gava e Zé Rafael (Rondinelly). Jô, Keirrison e Paulinho Moccelin.

Vasco: Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Júlio César. Marcelo Mattos, William, Nenê e Andrezinho. Jorge Henrique e Thalles. Técnico: Jorginho

Árbitro: José Claudio Rocha Filho (SP)

Horário: 19h15

Local: Estádio do Café

Lucio Flávio Cruz

Related Posts

Facebook Comments