Com a segunda vitória consecutiva na Superliga Masculina de Vôlei, na quarta-feira, diante do Canoas, no
Chico Neto, o Copel Telecom Maringá entrou no páreo para evitar, em quadra, o descenso, para a Série B
da com petição em 2019.
Ao superar a equipe gaúcha por 3 sets a 1, com parciais de 25/22, 31/29, 20/25 e 25/23, em jogo da
sétima rodada do returno, os comandados do técnico Alessandro Fadul deixaram a incômoda última
posição na classicação
e caram
com chances de alcançar o 10º colocado Montes Claros.
Neste sábado, os maringaenses entram em quadra com o objetivo de consolidar a sequência de triunfos.
O adversário será o agora lanterna Juiz de Fora, em Minas Gerais, às 18h.
Como neste returno o time já passou pelos adversários mais fortes, a expectativa de comissão técnica e
jogadores é acumular pontos para atingir o objetivo, já que, faltando quatro rodadas, as chances
matemáticas são reais.
Mais um a vez o apoio da torcida foi precioso. Cerca de duas mil pessoas viram o confronto e tiveram o
reconhecimento e gratidão do levantado/dirigente e capitão da equipe Ricardinho. “Mais uma vez tenho
que agradecer a torcida, que nos ajudou a conquistar essa vitória”, disse.
O oposto Alison foi o maior pontuador do jogo, com 21 pontos, e encerrou a partida como dono do Troféu
Viva Vôlei Cimed, entregue pela Confederação Brasileira de Vôlei ao melhor jogador em quadra, repetindo
a atuação da partida diante do Ponta Grossa quando a equipe venceu fora de casa por 2 a 3. Após a
partida de amanhã o Copel enfrentará Minas Tênis, Montes Claros e Campinas.

Related Posts

Facebook Comments