O primeiro gol a gente não esquece

O primeiro gol a gente não esquece

Mesmo sem poder contar com sete jogadores, além do técnico Matheus Costa, o Operário-PR venceu a Chapecoense por 2 a 0, na segunda-feira, no Germano Krüger, pela 37ª e penúltima rodada da Série B do Brasileiro.

A lista de desfalques do Fantasma aumentou logo aos 20 minutos da primeira etapa, quando Alex Silva precisou ser substituído por Fábio Alemão. No minuto seguinte, o zagueiro abriu o placar em bela jogada pelo lado direito, marcando seu primeiro gol com a camisa alvinegra.

“Muito feliz por ter feito o gol. Foi uma sensação muito boa, ainda mais do jeito que foi, logo depois de entrar em campo. A gente se prepara para poder ajudar de todas as formas quando for solicitado, e graças a Deus pude contribuir para a vitória que é o mais importante”, celebra o defensor. 

Contra a Chapecoense, então líder da Série B, o Fantasma teve que lidar com várias ausências no plantel titular, porém, para Fábio Alemão, o resultado positivo mostrou a qualidade do elenco alvinegro. Mesmo saindo do banco de reservas, o jogador acabou sendo nomeado melhor em campo e figurou na seleção da rodada de vários portais especializados em estatísticas do futebol. 

“O Operário é um grande clube. Quem está aqui tem que todo dia provar que pode vestir essa camisa. Isso faz com que o nível de intensidade de trabalho seja cada vez maior e isso reflete em campo. Essa vitória mostra a força e a grandeza do nosso grupo. Perdemos jogadores por lesão e por cartão, mas mantivemos o desempenho. Quem entra procura sempre dar o máximo para corresponder”, afirma o zagueiro. 

Com 54 pontos e ocupando o nono lugar na classificação, o Operário-PR fecha a campanha na Série B contra o Botafogo-SP, na sexta-feira (29), às 21h30, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela última rodada da competição.

Foto: André Jonsson/OFEC

Related Posts

Facebook Comments