Salvar o ano após o rebaixamento à Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense é uma das motivações que o Operário Ferroviário tem para enfrentar o Cricíuma pela Copa do Brasil. O confronto acontece às 19h15, no Estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina. O alvinegro venceu o primeiro jogo por 2 a 1 e tem a vantagem do empate.

O Fantasma está concentrado em solo catarinense desde terça­feira. Lá o técnico Gerson Gusmão realizou os últimos ajustes na equipe. O atacante Juba, um dos principais jogadores no esquema tático de Gersinho, virou desfalque de última hora. O jogador fraturou a costela e ficará longe dos gramados por até três semanas.

“É um jogador muito importante e que cumpre muito bem a função. Mas não dá para lamentar. Temos que buscar uma alternativa para substituir o Juba. Deve entrar o Rafinha na mesma função. Mas ainda estou pensando em outras possibilidades também”, despista Gersinho, que pode optar por Reinaldo Mineiro ou William Lira.

Quem segue de fora é o meia Thiago Silva, que se recupera de lesão no joelho. Por outro lado, o Operário conta com o retorno do meia sérvio Marko Perovic. A última partida oficial dele foi na vitória por 2 a 0 diante do Cascavel pelo Campeonato Paranaense.

No primeiro jogo do confronto, que aconteceu no Estádio Germano Krüger, o Operário garantiu a vitória com gols de Lucas Batatinha e Juba. O Criciúma diminuiu com Gustavo. Se vencer ou empatar a segunda partida, o alvinegro garante a classificação inédita e enfrentará o vencedor do duelo paraense entre Independente e Paysandu.

“A vantagem é nossa, mas vamos jogar para vencer. Lógico que precisamos de equilíbrio e inteligência. Vamos encontrar dificuldades e temos que aproveitar as chances de gol”, analisa o lateral Danilo Baia.

Criciúma joga com novidades
Derrotado na primeira partida, o time comandado pelo técnico Roberto Cavalo precisa de uma vitória simples para eliminar o Operário.

Para a ‘decisão’, o Tigre conta com o retorno do meia Ricardinho, que cumpriu automática na jogo de ida. Outras novidades são Alex Maranhão ­ contratado junto ao Guarani de Palhoça (SC) ­ e o atacante Roberto (ex­Novorizontino), que deve formar dupla de ataque com Gustavo.

Ficha Técnica

Operário: Juninho; Danilo Baia, Douglas Mendes, Sosa e Peixoto; Chicão, Lucas, Serginho Paulista e Washington; Lucas Batatinha e Rafinha (Reinaldo Mineiro) Técnico: Gerson Gusmão
Criciúma: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; Barreto, Douglas Moreira, Élvis e Alex Maranhão; Gustavo e Roberto Técnico: Roberto Cavalo.
Árbitro: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)
Assistentes: Bruno Salgado Rizo (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Data/Local/Horário: 28/04 (quinta­feira), no Estádio Heriberto Hülse, às 19h15

 

Fonte: Net EsporteClube

Related Posts

Facebook Comments