Paranaense vence prova da Porsche na Argentina

Osires Nadal Júnior

Amplo e largo, o circuito de altíssima velocidade de Termas de Río Hondo se mostrou um palco excelente para os carros de corrida mais vendidos no mundo. Apesar das confusões nas duas largadas desta tarde, a 13ª pista da história de 12 temporadas da Porsche GT3 Cup Challenge desponta como nova coqueluche da categoria.

Melhor para os pilotos e para os torcedores da categoria que as duas corridas deste sábado representam apenas a primeira metade da jornada em terras argentinas.

Mesmo sem o recorde histórico de velocidade máxima (faltaram meros 3 km/h na classificação da Cup), não faltou emoção. Quem sorriu mais foram Lico Kaesemodel e Cristiano Piquet, os primeiros vencedores de cada classe na pista nova e líderes em seus campeonatos.

Cristiano, com o resultado, assegura 100% de aproveitamento na classe Challenge após duas das seis etapas de sprint previstas para a temporada. Na sua classe, apesar de a programação determinar duas corridas na Argentina, será computado apenas o melhor resultado de cada piloto e ele não pode ser alcançado independentemente do resultado da corrida de domingo.

O estreante Eloi Khouri também segue invicto na Challenge Sport, a classe de entrada. Em Termas, ele não apenas cravou a pole no geral com o carro #21, como foi capaz de terminar em quarto no geral e primeiro na divisão, apesar do pneu esquerdo traseiro furado.

Na Cup, além da vitória praticamente de ponta a ponta –Kaesemodel assumiu a dianteira na volta 2–, o carro #63 é o novo líder do campeonato, com 52 pontos. A Cup Master também registrou um novo vencedor e um novo líder: Guilherme Figueirôa encabeça a divisão para pilotos acima de 50 anos de idade.

Só na Cup Sport que deu mais do mesmo, com Marcio Basso novamente no posto mais alto do pódio, ampliando sua dianteira no campeonato da classe de entrada para 7 pontos sobre Carlos Ambrósio.

Na jornada deste domingo, as poles são do clã Paludo. Daniel foi o mais veloz na segunda tomada de tempo da classe Challenge, realizada pela manhã. Já o bicampeão da Cup, Miguel, oitavo na corrida 1, ganhou a posição de honra “de presente” de Kaesemodel –o paranaense, como vencedor da bateria, sorteou o número de posições a serem invertidas no grid de amanhã e tirou o número 8.

A prova da Cup será exibida ao vivo pelo Canal 13 em TV aberta na Argentina e TyC no cabo. No Brasil, a programação completa da segunda etapa vai ao ar no próximo dia 1º de maio, às 13h na Band e às 19h30 no Sportv3.

 

AS CORRIDAS

Cup

Na largada, o pole Pedro Queirolo foi tocado por Adalberto Baptista, que vinha em terceiro, e rodou. Segundo no grid, Daniel Schneider tirou o pé e jogou o carro #77 fora da tangência. Em quarto, Gini precisou jogar para a área de escape para evitar o choque. Miguel Paludo saiu de quinto para a liderança, seguido de Lico Kaesemodel.

Com confusão também na parte de trás do pelotão, o safety-car foi acionado.

Depois de liderar uma volta, sob bandeira amarela, Paludo precisou entrar no box para trocar pneu.

Após a saída do safety-car, na quinta volta, os cinco primeiros eram: Kaesemodel, Marcelo Hahn (liderando na Sport), Marcel Visconde, Ricardo Baptista e Marcio Basso. Guilherme Figueirôa era o sexto, liderando na Master.

No giro seguinte, Basso perdeu posições para Figueirôa e Gini, que vinham em duro duelo entre si. Até que o argentino passou para ser quinto.

Lá na frente, Marcelo Hahn apertava muito Kaesemodel, especialmente no trecho de velocidade mais alta da pista.

A sétima volta marcou mais uma posição conquistada por Gini, desta vez se aproveitando de ataque mal-sucedido de Ricardo Baptista sobre Marcel Visconde. Depois o argentino avançou para terceiro, passando o recordista em participações da Porsche GT3 Cup por fora.

Na volta de número 9, Ricardo Baptista retardou a freada até o limite para passar Visconde. Mas levou o “xis” e ainda perdeu a posição para Daniel Schneider, que se recuperava rápido das posições perdidas na largada. Mais à frente, Gini emparelhou com Hahn antes da última curva. Os carros se tocaram, e o brasileiro levou a pior, quase decolando.

Na conclusão da décima volta os cinco primeiros eram: Kaesemodel, Gini, Visconde, Schneider e Ricardo Baptista. Em sexto, Figueirôa liderava a Master e Basso, em oitavo, era o melhor Cup Sport.

No giro seguinte o Porsche #77 avançou para terceiro e passou a enquadrar Gini, faltando três minutos para o final.

Ao término da 14º volta, Kaesemodel festejou sua segunda vitória na categoria (a primeira em 2016), Figueirôa, em sexto, confirmou o triunfo na Master, enquanto Marcio Basso ganhou pela segunda vez consecutiva na classe de entrada com o nono lugar no geral.

 

Challenge

Eloi Khouri tracionou bem e sustentou a ponta, Cristiano Piquet, na curva 2, se espremeu para sair de quarto para segundo. Paludo segurou a terceira posição, com Rodrigo Mello a seguir. No fim da reta oposta, Gonzalo Huerta travou roda em disputa com Daniel Corrêa e parou na pista. Roberto Samed vinha entre dois concorrentes e não conseguiu evitar contato com o carro #7, provocando a primeira intervenção do safety-car.

No término da volta 1, os dez primeiros eram: Khouri (liderando também na Sport), Piquet, Paludo, Corrêa, Mello, Otávio Mesquita, Marcio Mauro, Luiz Arruda, Ramon Alcaraz e Rouman Ziemkiewicz.

Na abertura da sexta volta, o safety-car deixou a pista.

Piquet pressionou muito Khouri, que espalhou a tangência , perdendo o segundo lugar para Paludo e o terceiro para Corrêa. Mas na volta seguinte o atual líder da Challenge Sport devolveu a manobra sobre o campeão da classe de entrada em 2015.

Na abertura da oitava volta, Mesquita e Rodrigo Mello também passaram o Porsche #69. Enquanto isso, no fim do retão, Paludo embutiu na traseira de Piquet pela liderança. Chegou a emparelhar na curva da vitória, mas Rodrigo Mello perdeu o carro no miolo após disputa com Corrêa, provocando outra intervenção do carro de segurança. Ziemkiewicz rodou ao tentar evitar o carro #29 atravessado na pista, mas Alcaraz acabou coletado apesar de seu esforço em tirar do carro de Mello. Passou sobre detritos, tendo que levar o carro #50 para o box com pneu furado. Menos mal para Ramon, que o resgate levou tempo suficiente para ele alinhar no fim do pelotão, sem perder a volta do líder.

Piquet foi sagaz na relargada da volta 12, mas no fim do retão Paludo chegou novamente. Poucos metros atrás Otávio Mesquita passou Khouri, mas atravessou a freada duas curvas depois, permitindo ao novato recuperar a posição.

Na volta final, Paludo e Piquet vieram lado a lado durante mais de meia volta. O gaúcho tentou por dentro e por fora. Mas o dia foi do líder do campeonato. Logo atrás, na penúltima curva da corrida, Mesquita teve seu esforço recompensando e deixou Khouri para trás, numa brilhante prova de recuperação de onde saiu de 15º para terceiro. Marcio Mauro completou o top5.

 

 

DECLARAÇÕES DOS PILOTOS

Cup

 

Foi ótimo! Minha largada não foi tão boa, mas no final das contas acabou me ajudando. Minha largada foi mais ou menos, mas teve aqueles toques todos lá e saí inteiro. Depois não sei o que aconteceu com o Paludo, acho que foi pneu furado. Aí o Hahn estava bem rápido, mas só foquei na frente e foi isso aí até o fim. Graças a Deus sou líder do campeonato e estou muito feliz

LICO KAESEMODEL

 

O começou foi muito complicado. Acho que Baptista e o “poleman” se tocaram na primeira curva e os dois carros espalharam para o meu lado. Cheguei a ter contato com eles, mas tirei para a área de escape e caí para nono. Daí com ritmo muito bom consegui avançar e terminar em segundo lugar

ESTEBAN GINI

 

A largada foi meio conturbada. Aconteceu alguma coisa por dentro, que eu não vi direito. E, para não repetir Curitiba, tirei o carro da pista, caí praticamente para último. Mas eu tinha o carro bom e vim recuperando, com um ritmo forte. No final foi um bom resultado. Claro que poderia ter sido melhor largando em segundo e com um bom ritmo, mas diante das circunstâncias foi positivo. E tem mais uma amanhã!

DANIEL SCHNEIDER

 

A pista é realmente fantástica, muito desafiadora e demanda um pouco mais de coragem para ser rápido. Costumo demorar um pouco mais que a média para pegar a mão da pista nova, mas a corrida me deu essa oportunidade de aprender bastante. Tive um bom ritmo, andando na mesma batida dos ponteiros. Terminei em quarto. A briga com o Ricardo Baptista foi na primeira fase das disputas, depois tive com o Schneider umas trocas de ‘xis’ no fim da reta. Foi muito legal para quem acompanhou, sem dúvida

MARCEL VISCONDE

 

Foi muito boa a corrida, o sol na altura dos olhos atrapalhou um pouquinho e a pista estava muito suja também mais pro final. Mas foi bom, a prova foi boa e consegui acompanhar o ‘trem da frente’, então foi legal. Graças a Deus não bateu, então foi bom

GUILHERME FIGUEIRÔA

 

Na largada o Adalberto acabou tendo contato com Queirolo e espalhou pro meio da pista. Isso abriu espaço pra mim e acabei colocando por dentro, mas então ele voltou pra zebra e acabamos batendo roda com roda. Naquele momento, pela força da batida, vi que era sério. Na reta pedi pelo rádio para meu mecânico vir olhar se tinha algo danificado, aí na reta oposta da segunda volta com safety senti o pneu perder pressão e estourou na entrada do box. Eles trocaram o pneu muito rápido, mas não consegui chegar no pelotão porque o safety anda rápido também. Mas depois deu pra recuperar, então daqueles dias em que tudo pode dar errado acabou sendo positivo conseguir marcar pontos e amanhã largar em primeiro

MIGUEL PALUDO

 

Estou muito feliz. Vim focado muito focado. Desde Curitiba tenho treinado praticamente todos os dias. É muito cedo ainda e talvez não esteja preparado ainda para liderar um campeonato. Mas estou desfrutando muito. Essa sensação de vencer corridas é incrível

MARCIO BASSO

 

Challenge

Meu carro não evoluiu muito da tomada para a prova. Consegui fazer um traçado defensivo e não dei chance para o Paludo, que vinha mais rápido que eu no fim da prova. No início vi o espaço que ele deixou e coloquei por dentro para assumir o segundo lugar, depois passei para primeiro. Deu certo

CRISTIANO PIQUET

 

Foi uma bela corrida. Dei uma erradinha na largada e perdi uma posição, depois consegui recuperar. Durante uma parte do circuito era mais rápido que o Piquet e conseguia tentar o ataque, mas foi uma pena que a prova acabou ‘curta’ com as bandeiras amarelas, caso contrário acho que ele ia sofrer um pouco mais comigo hoje

DANIEL PALUDO

 

Resumindo: desde 2005 participei da Porsche Cup. Eu não ganhei essa corrida e já ganhei outras. Mas esta foi a melhor alegria que Deus me deu, de largar em 15º e terminar em terceiro. Jamais poderia imaginar que pudesse andar tão bem como andei, disputando freada. Foi a melhor corrida da minha vida no melhor autódromo da história da categoria. Estou muito feliz

OTÁVIO MESQUITA

 

Foi um grande aprendizado largar na pole. E a experiência contou, tanto que o Piquet e o Paludo foram muito bem, me passaram super limpo. Depois o carro começou a perder rendimento, fui percebendo que o carro perdia performance e puxava para esquerda. E agora que parei o carro percebi que o pneu esquerdo está furado, então mesmo assim deu para chegar ao pódio com o pessoal aqui e liderar na Challenge Sport

ELOI KHOURI

 

Muito animado com o dia. O treino foi difícil ontem, hoje melhorou na classificação. Mas essa corrida mostrou que a consistência faz a diferença realmente nesta pista e felizmente terminei bem. Faltou ainda um lugarzinho na Challenge Sport e vou buscar essa vitória: um dia eu chego lá. Mas hoje estou muito feliz

LUIZ ARRUDA

 

Meu primeiro pódio! No começo teve algum tumulto, todo mundo muito animado, corrida internacional etc e o excesso de ânimo acabou que alguns se tocaram e ficaram pelo caminho, inclusive deixando óleo e outros fluidos na pista no fim da maior reta. Mas estou muito feliz com esse primeiro pódio, foi muito bom, especialmente por competir fora do Brasil

BETO LEITE

 

Final de semana começou horrível, ontem não consegui andar: carro quebrou, depois rodei, bati, enfim foi péssimo. Hoje comecei a aprender a pista, difícil para caramba, larguei lá de trás. Depois o pessoal rodou, consegui fazer algumas ultrapassagens e deu para chegar ao pódio. Amanhã tem mais

LUIZ FERNANDO ELIAS

 

RESULTADOS

Cup

  1. Lico Kaesemodel 27min08s682
  2. Esteban Gini a 2s599
  3. Daniel Schneider 3s661
  4. Marcel Visconde 7s752
  5. Ricardo Baptista 8s023
  6. Guilherme Figueirôa (M) 9s979
  7. JP Mauro 15s327
  8. Miguel Paludo 21s591
  9. Marcio Basso (S) 22s030
  10. Maurizio Billi (M) 23s701
  11. Carlos Ambrósio (S) 29s315
  12. Marcelo Hahn (S) 33s978
  13. Pedro Queirolo 50s196
  14. Paulo Pomelli 1min25s346
  15. Adalberto Baptista* -4 voltas

* Punido com perda de 5 posições no grid na próxima etapa

 

Challenge

  1. Cristiano Piquet 27min50s171
  2. Daniel Paludo a 0s251
  3. Otávio Mesquita 4s674
  4. Eloi Khouri 5s186
  5. Marcio Mauro 5s643
  6. Daniel Corrêa 6s774
  7. Luiz Arruda 7s528
  8. Beto Leite 11s376
  9. Dario Giustozzi 12s371
  10. Luiz Fernando Elias 13s939
  11. Christian Germano 16s734
  12. Juan Freddi 18s836
  13. Mauricio Salla 20s072
  14. Rouman Ziemkiewicz 42s673
  15. Bob Borowicz 54s974
  16. Guilherme Reischl 1min04s103
  17. Ramon Alcaraz -1 volta
  18. Rodrigo Mello -5 voltas
  19. Carlos Larrain -6 voltas
  20. Gonzalo Huerta -11 voltas
  21. Roberto Samed -11 voltas

 

CLASSIFICAÇÕES

Cup

1. Lico Kaesemodel, 52 pontos

2. Miguel Paludo, 45

3. Ricardo Baptista, 44

4. Daniel Schneider, 40

5. JP Mauro, 33

6. Edu Azevedo, 30

7. Tom Valle, 26

Guilherme Figueirôa, 26

9. Esteban Gini, 20

Maurizio Billi, 20

11. Carlos Ambrósio, 18

12. Marcel Visconde, 16

Pedro Queirolo, 16

14. Marcio Basso, 15

15. Adalberto Baptista, 10

16. Marcelo Stallone, 8

17. Fabio Alves, 7

18. Cláudio Dahruj, 6

19. Gil Farah, 5

Marcelo Hahn, 5

21. Paulo Pomelli, 3

 

Cup Master

1. Guilherme Figueirôa, 28

2. Maurizio Billi, 26

3. Tom Valle, 22

4. Paulo Pomelli, 12

5. Marcelo Stallone, 11

6. Fabio Alves, 10

7. Cláudio Dahruj, 9

 

Cup Sport

1. Marcio Basso, 29

2. Carlos Ambrósio, 22

3. Adalberto Baptista, 10

4. Gil Farah, 8

Marcelo Hahn, 8

 

Challenge

1. Cristiano Piquet, 40 pontos

2. Otávio Mesquita, 30

3. Eloi Khouri, 24

4. Daniel Paludo, 22

Daniel Corrêa, 22

6. Gonzalo Huerta, 18

7. Rodrigo Mello, 16

8. Luiz Fernando Elias, 14

9. Márcio Mauro, 12

10. Christian Germano, 11

11. Beto Leite, 10

12. Ramon Alcaraz, 9

Luiz Arruda, 9

14. Roberto Samed, 7

Dario Giustozzi, 7

Rouman Ziemkiewicz, 7

17. Juan Manuel Freddi, 4

18. Guilherme Reischl, 3

Mauricio Salla, 3

20. João Lemos, 1

Bob Borowicz, 1

22. Alcides Amaral, 0

Francisco Horta, 0

Carlos Larrain, 0

 

Challenge Sport

1. Eloi Khouri, 20 pontos

2. Luiz Fernando Elias, 10

3. Ramon Alcaraz, 8

Luiz Arruda, 8

5. Beto Leite, 7

Christian Germano, 7

7. Roberto Samed, 5

Dario Giustozzi, 5

9. Rouman Ziemkiewicz, 3

10. Guilherme Reischl, 2

Juan Manuel Freddi, 2

12. Mauricio Salla, 1

13. Alcides Amaral, 0

João Lemos, 0

Francisco Horta, 0

 

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, repórter, produtor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

0 Comentários
voltar ao topo