O Coritiba ganhou a primeira partida fora do Brasil em um torneio oficial, Wilsonbrilhou na disputa de pênaltis contra o Belgrano e garantiu a equipe paranaense nas quartas de final da Copa Sul-Americana.

No tempo normal, o Coxa venceu o time argentino em Córdoba por 2 a 1, devolvendo o mesmo placar da derrota do jogo de ida. Na decisão por penalidades máximas, 4 a 3 para o Alviverde. O goleiro Wilson pegou dois pênaltis e ainda converteu uma cobrança, tornando-se protagonista da vitória histórica.

Com a classificação, o time do Alto da Glória ainda garante a premiação de US$ 450 mil, o equivalente a R$ 1,4 milhão, por chegar às quartas de final. Na próxima fase, o Coxa terá um pedreira: enfrenta o Atlético Nacional, da Colômbia, atual campeão da Libertadores. A partida de ida será no Couto Pereira em 19 ou 20 de outubro.

“É um momento muito marcante para todos nós, para a história do clube, chegar onde nunca chegou em uma competição internacional. Está todo mundo de parabéns”, valorizou Wilson.

O jogo

Mesmo diante de um estádio lotado de fanáticos pelo time de Córdoba, o Coxa jogou bem melhor do que na ida. Resultado, entre outros motivos, da escalação ousada do técnico Paulo César Carpegiani com quatro atacantes, incluindo Iago e Vinícius aos titulares Kazim e Leandro.

O começo da partida, no entanto, não foi dos mais animadores para o Alviverde. Após um início nervoso, quem abriu o placar foram os donos da casa, em uma bobeira defensiva alviverde. Aos 29 minutos, o Belgrano fez uma troca de passes de cabeça e Bieler fez um golaço de bicicleta.

CURTA a página Coritiba Campeão do Povo no Facebook

O Coxa reagiu bem ao gol. Alan Santos mandou uma bola na trave de cabeça. Mas quem conseguiu empatar mesmo foi o atacante Iago, aproveitando um cruzamento aos 42 minutos de Benítez. O paraguaio foi uma surpresa do técnico coxa-branca para essa partida, improvisado na lateral direita.

No segundo tempo, o Coritiba seguiu em busca da virada. E ela veio aos 19 minutos após cobrança de escanteio de Juan. O zagueiro Nery Bareiro foi mais esperto que a defesa adversária e cabeceou forte para o fundo da rede.

Até o final do jogo se viu foi muito nervosismo dentro de campo e na arquibancada, diante do receio da eliminação. Mesmo melhor, o Coxa não conseguiu fazer o terceiro gol que garantiria a classificação sem a decisão dos pênaltis.

Nas penalidades, o Coritiba começou atrás depois que Leandro desperdiçou a primeira cobrança. Depois, porém, Bernardo, Juan, Gonzalez e Wilson fizeram seus gols. O goleiro alviverde pegou as cobranças de Luna e Suarez garantindo a festa coxa-branca na argentina.

BELGRANO 1 x 2 CORITIBA
Belgrano: Olave; Luna, Lema, Romero e Rojas; Lértora, Farré (Bolatti), Luján (Barbieri), Matías Suárez e Velázquez (Gastón Suárez); Bieler. Técnico: Esteban González
Coritiba: Wilson; Cesar Benítez, Bareiro, Juninho e Juan; João Paulo, Alan Santos, Iago (González), Leandro e Vinícius (Carlinhos); Kazim (Bernardo). Técnico: Carpegiani
Gols: Bieler (29-1º), Iago (42-1º) e Bareiro (19-2º)
Cartões amarelos: Farré (B). João Paulo (C).
Árbitro: Julio Bascuñán (Chile)
Local: Estádio Mario Kempes, em Córdoba, na Argentina

Related Posts

Facebook Comments