Telêmaco conquista título inédito

A campanha irretocável de Telêmaco Borba/AVTB, com 12 vitórias em 12 jogos, foi coroada com o título do Campeonato Estadual Sub-19, naipe masculino. Nesta sexta-feira (25.11), diante de sua torcida, a equipe comandada por Aldori Gaudêncio superou Maringá/Uningá/Amavolei por 3 sets a 1, com parciais de 17/25, 25/22, 25/16 e 25/19, em 2h12min, para ficar com o lugar mais alto do pódio.

Aos poucos os torcedores foram ocupando as arquibancadas do ginásio Furtadão, em Telêmaco Borba, para acompanhar a grande final. Após levar um susto no primeiro set, com a vitória dos maringaenses, os donos da casa viraram o jogo e começaram a pavimentar o caminho até o título.

Telêmaco Borba/AVTB é o caçula da competição. Esse foi o segundo ano que o time comandado por Aldori Gaudêncio disputou a divisão especial. Nas duas oportunidades brigou pelo título (na primeira ficou em quarto lugar), mas desta vez não deixou escapar e colocou seu nome na galeria de campeões da competição mais importante do voleibol paranaense.

Aldori analisou a temporada e falou sobre a emoção de subir pela primeira vez no pódio do Estadual Sub-19. “A emoção é sensacional. Após você ter trabalhado o ano inteiro, ter se dedicado, nos treinávamos sábado, domingo, final de semana, feriado, para conseguirmos chegar a esse título, que era nosso maior objetivo. Esse ouro é muito especial, ainda mais que foi meu primeiro ano como técnico efetivo”, destacou.

Para Mateus Fernandes, eleito o melhor jogador da competição, o título vem coroar todo o trabalho e esforço da equipe durante o ano. “Quando o trabalho é bem feito e os profissionais são capacitados, como é o caso do professor Aldori, e você tem uma equipe como essa, isso faz total diferença. Ganhar é muito bom, ganhar em casa é melhor ainda. Sabemos o tanto de suor que derramamos nessa quadra para chegar a esse momento, e, graças a Deus, conquistamos o nosso objetivo”, afirmou.

Terceira colocação
Um clássico do voleibol paranaense marcou a disputa pela medalha de bronze. Após subir da primeira divisão em 2015, o Círculo Militar do Paraná venceu a UTFPR/AVP/Curitiba por 3 sets a 1, com parciais de 20/25, 25/18, 25/20 25/21, em 1h51min, e conquistou o último lugar no pódio.

Para o técnico Ricardo Bientinez, o resultado atingiu o planejamento feito no início da temporada. “Foi um ano legal de trabalhar. Tivemos bons resultados, como o título do estadual 00 e 02, vice-campeão estadual com o 01 e fechamos com esse terceiro lugar. Esse pódio mostra que o Circulo Militar é um clube formador. Estamos trabalhando somente com as atletas da casa, com todos os meninos formados dentro do clube. Posso dizer que estamos muito felizes”, frisou.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *