Teste de pressão

O Paraná entra em campo nesta sexta-feira (14) diante o Oeste pressionado em busca de um bom resultado. Uma derrota na partida marcada para às 20h30, na Arena Barueri, pode aproximar o clube da zona de rebaixamento, aumentar a distância para o G4 para até oito pontos e pode ainda deixar insustentável (pela ótica da torcida) o trabalho do técnico Cristian de Souza.

O treinador, que estava trabalhando no Rio Branco do Acre, foi contratado por Rodrigo Pastana, diretor de futebol do Tricolor, após a saída de Wagner Lopes. Cristian, antes de comandar a equipe acreana, havia comandado times as categorias de base de Grêmio, Figueirense e Ceará.

O técnico paranista já teve seu trabalho questionado por torcedores do clube antes da única vitória da equipe

como visitante nesta Série B, por 2 a 1 contra o Náutico pela sétima rodada. Desde então, em seis jogos, são duas vitórias, um empate e duas derrotas.

O Paraná está na 12ª colocação da tabela, com 17 pontos conquistados e 43,2% de aproveitamento. Almejando o acesso à primeira divisão após disputar a Segundona por dez anos consecutivos, o time não conseguiu derrotar nenhum dos cinco primeiros colocados – perdeu para Juventude, Guarani e Vila Nova e empatou com o América MG e Internacional (confira a tabela da Série B).

Caso seja derrotado, o Tricolor será ultrapassado na pontuação pelos paulistas e deve se aproximar ainda mais do Z4. Para encontrar uma sequência de boa fase e conquistar o segundo resultado positivo fora de casa na competição, Cristian terá 20 jogadores à disposição, sendo 17 contratados do clube para essa temporada – apenas o goleiro reserva Douglas e o volante Leandro Vilela são os remanescentes do ano passado.

O zagueiro Rayan e do atacante Robson voltam de suspensão e devem ser titulares. O lateral direito Cristovam, ao lado dos dois, também se juntou a delegação paranista e deve substituir Júnior, que saiu machucado na derrota por 3 a 2 para o Vila Nova na última terça-feira (11).

Ficha técnica

Oeste: Felipe Alves; Daniel Borges, Joílson, Leandro Amaro e Guilherme Romão; Wilson Matias, Betinho e Mazinho; Danielzinho, Gabriel Vasconcelos e Júlio César (Jheimy). Técnico: Roberto Cavalo.

Paraná: Richard; Cristovam, Rayan, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela, Gabriel Dias e Renatinho; João Pedro, Robson e Alemão. Técnico: Cristian de Souza.

Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)

Auxiliares: José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *