Uma partida para ficar por muito tempo na memória dos mais de 4 mil torcedores que lotaram o ginásio Ney Braga nesta segunda-feira (18), para assistir a estreia de Copagril/ Sempre Vida/ Sicredo e Magnus Futsal, de Sorocaba (SP), na Liga Nacional de Futsal 2016. No fim, empate por 3 a 3, com gols de Eduardinho (2) e Marquinhos para a Copagril, e Diego (2) e Simi para o Magnus.

O jogo

No duelo que fechou a 1ª rodada da LNF 2016, a Copagril mostrou desde os primeiros movimentos que daria trabalho ao fortíssmo time paulista, que mesmo sem poder escalar Falcão, suspenso, conta com vários craques da seleção brasileira. Após fazer o goleiro Tiago a trabalhar duas vezes nos instantes iniciais, não demorou para o time rondonense abrir o placar. A 1’49’’, após escanteio cobrado por Parrel, Marquinhos chutou de primeira, a bola desviou em Parrel dentro da área e sobrou para Eduardinho completar. O gol não abalou a experiente equipe do Magnus, que não demorou para igualar o marcador. Logo após obrigar Deivd a salvar um perigoso chute rasteiro, Diego, campeão estadual pela Copagril em 2013, recebeu na direita e bateu forte. Com dois jogadores à sua frente, Deivd não teve tempo de reação e viu a bola passar entre suas pernas: 1 a 1, aos 3’31’’. O gol sofrido abalou por alguns minutos a Copagril, que não conseguia criar grandes oportunidades. Já os paulistas quando chegaram novamente foram mortais. Aos 11’47’’, contando com desatenção da defesa rondonense, Ricardinho cobrou lateral na esquerda e encontrou Diego bem posicionado na área para tocar no canto direito de Deivd e virar o placar. Aos 13’33’’, Diego apareceu novamente, mas desta para servir Simi, que desviou de primeira para mostrar toda sua categoria e fazer o terceiro do Magnus. No minuto 16, cada equipe mandou uma bola na trave. O primeiro foi Mithyuê, no contra-ataque rápido, e na sequência foi Cristian Alfinete, que recebeu lançamento de Deivd e tentou encobrir Tiago, mas a cavadinha parou caprichosamente no poste direito.

No intervalo o técnico Paulinho Sananduva mostrou o porquê de ser tão respeitado no futsal brasileiro, conseguingo fazer com que a Copagril voltasse até mais ligado do que no início da partida, sem dar espaço para o Magnus criar chances de gol. E rapidamente, a 1’31’’, os rondonenses diminuíram o prejuízo em linda jogada de lateral que chegou para Marquinhos fazer o pivô e Eduardinho chegar tocando de primeira, rasteiro, sem chances para Tiago. O gol embalou time e torcida, que viam na figura de Tiago o principal algoz, como nas tentativas de Barbosinha, aos 9’, e Deivd, duas vezes, e Marquinhos, aos 17’. Mas após outra subida ao ataque do arqueiro rondonense, tudo parecia ir por água abaixo quando a bola sobrou para Rodrigo chutar de longe. A bola sairia, mas Parrel, no desespero para evitar o quarto gol paulista, não percebeu e pôs a mão na bola. Expulsão direta do camisa 7. Nos dois minutos seguintes, a torcida foi o jogador que faltava na defesa rondonense, e assim a Copagril conseguiu segurar o ataque do Magnus. Na volta do quinto homem, faltando 45 segundos para acabar a partida, Sananduva lançou Alfinete como goleiro-linha, e foi dele o passe para Marquinhos completar na área e levar ao delírio os milhares de rondonenses a 15 segundos do fim: 3 a 3 com gosto de goleada para  Copagril.
f1efd58d9a

O ala Eduardinho, destaque da Copagril na estreia da Liga, comentou o resultado e os dois gols na partida: “Graças a Deus tive a felicidade de ajudar a equipe com dois gols. Sabíamos das dificuldades que iríamos enfrentar diante desse forte adversário. Conquistamos um ponto importante e agora vamos buscar a vitória lá em Guarapuava. Fazer dois gols em um goleiro como o Tiago é muito gratificante. Meu sonho sempre foi jogar uma Liga e para mim esse jogo foi bom demais. Agora vou continuar trabalhando para marcar muitos gols esse ano”.

Pelo lado paulista, o craque Simi avaliou como normal o empate e falou sobre a tentativa de ser campeão da Liga pelo Magnus após sete anos no Corinthians, que nas últimas seis temporadas parou na semifinal. “Jogar aqui sempre é muito complicado, difícil de se jogar. Eles impuseram um ritmo muito forte desde o início, tiveram mais volume de jogo que nós, mas fomos cruciais e fizemos os gols que nos deu tranquilidade durante um período da partida. Infelizmente sofremos o segundo gol, que fez com que eles pressionassem ainda mais nossa equipe. Tivemos a oportunidade de fazer o quarto gol com um jogador a mais, mas não fizemos e sofremos o empate no fim com goleiro-linha, que é natural, mas empatar aqui acho um resultado normal. Meu objetivo no Corinthians durante sete anos foi ser campeão, mas infelizmente paramos nas semifinais, e espero que esse ano seja diferente, uma nova equipe, mas que é vencedora, um novo desafio, e espero, claro, chegar na final e se possível conquistar o título da Liga”.

2ª rodada

No próximo sábado (23), a Copagril volta a jogar pela Liga Nacional, mas desta vez fora de casa, no clássico paranaense contra o Guarapuava, às 20h, no ginásio Joaquim Prestes. Um dia antes, o Magnus recebe o Concórdia.

Fonte: Olhonabola

Related Posts

Facebook Comments