Atlético é líder

Em jogo tenso, brigado e, meio louco, o Atlético Paranaense, venceu o Flamengo, na noite de 4ª feira, por 2 a 1 e, assumiu a liderança do Grupo 4, da Copa Libertadores de América, chegando aos 7 pontos ganhos. O Furacão, teve um início empolgante, dominando a partida nos seus primeiros 15 minutos, estando próximo de abrir o marcador, quando Nikão, acertou a trave direita do goleiro Alex Muralha. Na sequência, o Flamengo, foi dominando o meio campo, passou a assumir o comando da partida, criando oportunidades de gol com Paolo Guerrero, Rômulo e Márcio Araújo. O time paranaense, foi perdendo forças na meia cancha,  com o sumiço de Lucho Gonzalez e Otávio, deixando a torcida preocupada. Mas, o futebol é assim: “QUEM NÃO FAZ TOMA” e o time carioca, acabou tomando um gol, aos 36 minutos. Em arrancada individual, Zé Ivaldo, recebeu falta. Imediatamente cobrou, lançando bola na área flamenguista. No canto esquerdo da pequena área, Tiago Heleno, subiu e cabeceou para o alto. O goleiro Alex Muralha, vacilou, acompanhou a trajetória da bola e, quando despertou para a realidade, a pelota estava dentro das redes, com a abertura do placar. Atlético 1 a 0, resultado dos primeiros 45 minutos.

Para a etapa final, o Atlético, tentou tomar as primeiras ações, buscando o segundo gol. Porém, foi o Flamengo que voltou, melhor, diante da necessidade de empatar o jogo. O técnico Zé Ricardo, mandou o time mais a frente e conseguiu, colocar o Atlético em seu campo de defesa, preocupado em se defender e, tentando o contra-ataque. Foi assim, que o time carioca, teve três oportunidades de gol, com bola na trave e, defesas importante de Wewertom, garantindo a vantagem paranaense. O Flamengo, colocou Mateus Sávio, no posto de Rene, puxando Trauco para a lateral esquerda, dando mais celeridade ao meio campo. Paulo Autuori, tirou Lucho Gonzáles, que pouco produzia, mandando Felipe Gedoz para o jogo. O domínio era carioca, que ameaçava o gol atleticano. Próximo do empate, Zé Ricardo, o treinador flamenguista, colocou Mancuello no lugar de Márcio Araújo e, Leandro Damião, no posto de Rômulo, dando mais potência ofensiva ao seu time. O Atlético, trocou Douglas Coutinho, por João Pedro, fortalecendo o meio campo. Pressionado, Paulo Autuori, colocou o zagueiro Wanderson, no lugar de Mateus Rossetto, fechando sua defesa.  Quando tudo parecia se encaminhar para o final, com o 1 a 0, no placar, aos 42 minutos, em jogada iniciada pela direita com João Pedro, cruzando para o meio, a bola, chegou a Eduardo da Silva, que tocou para Felipe Gedoz. O camisa 10, bateu forte, ampliando a vantagem paranaense para 2 a 0. Prevalecia o adágio de que: “QUEM NÃO FAZ TOMA”, servindo ao time da Gávea, que deixou de empatar a partida, em pelo menos, três oportunidades. No finalzinho, aos 44, em bola cruzada na área atleticana, houve o bate, rebate, com a bola sobrando para William Arão, marcar o gol do Flamengo, definindo o marcador final de Atlético 2 a 1 Flamengo.

O Atlético Paranaense dormiu como líder do grupo 4, com 7 pontos ganhos, seguido do Flamengo com 6, Universidad Católica com 5 e, San Lorenzo, com 4 pontos ganhos.

 

O campeão paranaense, volta a campo pela Libertadores na próxima quarta-feira, dia 03 de maio. recepcionando o San Lorenzo, novamente na Arena da Baixada. Se vencer, e a Universidad Católica, do Chile, não ganhar do Flamengo no Maracanã, o time atleticano estará classificado para as oitavas de final da Libertadores de América.

Posted in:
About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *