Neste sábado (6), às 18h30, o Atlético, em sétimo no Campeonato Brasileiro, entra em campo contra o Flamengo, sexto colocado, em Cariacica (ES), para fechar o primeiro turno do Brasileirão e se aproximar, de vez, dos números da última grande campanha do clube em pontos corridos, em 2013. Se vencer o Flamengo no Estádio Kléber Andrade, na região metropolitana de Vitória, o clube chega a 33 pontos, mantêm os líderes na alça de mira – uma combinação de resultados até coloca o Furacão entre os quatro primeiros – e completa o turno com uma campanha acima das expectativas. O clube está invicto na Arena e tem o melhor aproveitamento entre os mandantes, com 85% dos pontos conquistados.

Efeito comparativo, em 2013, o Atlético virou o turno com 34 pontos. No final da temporada, disputadas as 38 rodadas, o clube, à época comandado por Vágner Mancini, ficou em terceiro lugar, com 64 pontos, carimbando sua vaga direta na Libertadores. Comedido, o técnico Paulo Autuori adota o discurso da regularidade. “Minha preocupação, agora, é a distância para o líder. Pouco importa estar em 3º, 4º ou 5º”, afirma.

Contudo, para se colocar na briga por objetivos maiores no campeonato, o Atlético precisa melhorar o retrospecto como visitante. Em oito jogos, o Furacão conseguiu apenas sete pontos em 24, pouco mais de 30% dos pontos disputados. Os números só não são piores por conta das vitórias diante dos irregulares São Paulo e Cruzeiro. Além do panorama pouco amistoso, o Flamengo venceu as outras duas partidas que mandou em Cariacica, contra Internacional e América-MG.

FICHA TÉCNICA: Veja as possíveis escalações

Autuori aposta na mesma base que venceu o Corinthians e no retrospecto contra o pelotão de frente da tabela – em 15 pontos disputados contra os cinco melhores colocados, o Furacão anotou 10. “Temos um modelo de jogo definido e sabemos bem das dificuldades que iremos encontrar contra o Flamengo”, afirma o técnico Paulo Autuori.

Os jogos contra concorrentes diretos preocupam Autuori. Neste sábado (6), Paulo André e Marcos Guilherme, com problemas físicos, podem desfalcar a equipe. No treino da sexta-feira (5), apenas os reservas trabalharam.

O provável time titular do Atlético deve ser formado por: Santos; Léo, Paulo André (Wanderson), Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani, Vinícius e Marcos Guilherme (Lucas Fernandes); Pablo e Walter.

Related Posts

Facebook Comments