O Atlético perdeu a chance de eliminar o jogo de volta ao empatar com o Brasil de Pelotas por 1 a 1, nesta quinta-feira (17), fora de casa, na estreia da equipe na Copa do Brasil. O resultado foi reflexo principalmente do segundo tempo rubro-negro, quando o time perdeu rendimento e ainda teve o meiaVinícius expulso.

O time contava com a vitória para ganhar moral para o Atletiba, no fim de semana, e semifinal da Primeira Liga, contra o Flamengo, na próxima quarta-feira (23). O Furacão começou bem e abriu o placar na etapa inicial com um gol do meia-atacante Marcos Guilherme, um dos jogadores mais criticados nesse começo de temporada.

“O gol foi para o meu filho, que tem 13 dias. Estava precisando. Gol é confiança. Espero que venham muitos ainda”, disse o jogador.

Porém, na etapa final, justamente com a entrada de Vinícius no lugar de Marcos Guilherme, o Atlético caiu de rendimento e viu os donos da casa empatarem aos 30 minutos. Marcos Paraná, que jogou no Tricolor no ano passado, balançou a rede e impediu a vitória dos paranaenses.

Com a expulsão de Vinícius, aos 38 minutos, após reagir de forma intempestiva a um cartão amarelo, restou ao Rubro-Negro segurar o resultado para evitar um prejuízo ainda maior.

“Dentro das circunstâncias do jogo, foi um resultado justo. No primeiro tempo mandamos na partida. No segundo tempo, deixamos cair, bateu o cansaço, a viagem longa”, justificou o meia Nikão.

“Deixamos de jogar um pouco no segundo tempo, de se movimentar na frente, encostar no Walter. Agora é esquecer esse jogo e focar no Atletiba que é importante”, lembrou o atacante Pablo.

O jogo de volta entre as duas equipes está marcado para o dia 14 de abril, na Arena da Baixada, e um empate sem gols classifica o Atlético.

Fonte: Gazeta do Povo

Related Posts

Facebook Comments