Paraná tem recomeço arrasador

O Paraná Clube venceu por 4 a 1 o Brasil de Pelotas-RS, nessa terça-feira (dia 18) à noite, na Vila Capanema, pela 15ª rodada da Série B. Com o resultado, o time paranaense ficou na 9ª colocação, com 20 pontos. A equipe gaúcha está em 15º lugar, com 17 pontos.

O técnico Lisca assistiu à partida em um camarote da Vila Capanema. Ele foi confirmado como novo treinador do Paraná 15 minutos após o jogo. Na partida com o Brasil, a equipe foi comandada pelo auxilar Matheus Costa. Cristian de Souza foi demitido pela diretoria na última sexta-feira, após derrota para o Oeste.

Os gols da vitória foram marcados pelo meia-atacante Robson (dois), pelo meia Renatinho e pelo zagueiro Brock. Os três vinham sendo contestados por parte da torcida. Brock falhou em dois gols na derrota por 3 a 1 para o Vila Nova, na semana passada. Renatinho caiu de produção desde que renovou contrato e também enfrentava críticas de torcedores. Robson vinha recebendo críticas pelo desempenho irregular desde que retornou de empréstimo para o São Paulo.

FASES
O jogo foi um confronto de duas equipes em má fase. O Paraná só tinha somado uma vitória nas seis partidas anteriores. O Brasil agora soma cinco derrotas e uma vitória nos últimos seis jogos.

ESCALAÇÃO
O Paraná tinha duas novidades na escalação: Rayan e Renatinho firacaram no banco e foram substituídos por Iago Maidada e Minho. O esquema tático era o 4-2-3-1, com João Pedro (centro), Minho (esquerda) e Robson (direita) como meias ofensivos. O desfalque era o volante Gabriel Dias, suspenso por cartões amarelos.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou com muitos erros das duas equipes e pouca qualidade. Os gols saíram cedo graças a falhas grotescas de defensores. Aos 13, Iago Maidana e Cristovam erraram feio dentro da área. Itaqui (ex-Paraná) aproveitou e fez 1 a 0 para o Brasil. O Paraná empatou aos 21. Wender e Evaldo falharam na área. João Pedro tocou para Robson chutar: 1 a 1. Só a partir dos 30 minutos o Paraná se encontrou no jogo e começou a criar com qualidade. Foram quatro boas jogadas ofensivas do time na casa até o final do primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO
O Paraná voltou melhor para o segundo tempo, pressionando e criando chances. A virada veio já aos 10 minutos. João Pedro cruzou, em cobrança de falta, a defesa tirou mal e Brock chutou: 2 a 1. Aos 18, saiu o ponta Minho e entrou o meia Renatinho, que ficou centralizado. João Pedro passou a jogar como “extremo”. Aos 27, troca de centroavante: saiu Alemão e Felipe Alves entrou. As duas substituições não modificaram o esquema tático.

PÊNALTI, EXPULSÃO E GOLEADA
O jogo foi liquidado aos 30 minutos. Cristovam fez boa jogada na área e chutou. Evaldo, caído no chão, cortou com o braço. Pênalti e expulsão. Robson cobrou e fez 3 a 1 para o Paraná. Logo em seguida, aos 31, Felipe Alves deu belo passe para Renatinho, na cara do gol. Ele chutou e fez 4 a 1. Aos 36, foi a vez de Zezinho entrar no jogo, no lugar de João Pedro.

ESTATÍSTICAS
O Paraná teve 63% de posse de bola, 24 finalizações (12 certas), 87% de precisão nos passes e 4 escanteios. O Brasil teve 7 finalizações (4 certas), 65% de precisão nos passes e 3 escanteios. Os dados são do FootStats.

PARANÁ 4 x 1 BRASIL
Paraná: Richard; Cristovam, Maidana, Brock e Igor; Jhony, Leandro Vilela, Robson, João Pedro (Zezinho) e Minho (Renatinho); Alemão (Felipe Alves). Técnico: Matheus Costa (interino)
Brasil: Marcelo Pitol; Wender, Leandro Camilo, Evaldo e Breno; Itaqui, João Afonso, Rafinha (Willian Ribeiro), Marcinho e Nem (Teco); Rodrigo Silva (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann
Gols: Itaqui (13-1º), Robson (21-1º e 30-2º), Brock (10-2º) e Renatinho (31-2º)
Expulsão: Evaldo (29-2º)
Cartões amarelos: Evaldo (B)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Público: 2.127 pagantes
Renda: R$ 33.835,00
Local: Vila Capanema

About the Author

Osires Nadal Júnior

Locução em autódromo, estádio, rádio, tv, palestra, cerimonial, formatura. Pauteiro, reporter, produtor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *