Paranaense2020: artilheiro faz último jogo pelo CascavelCR

Paranaense2020: artilheiro faz último jogo pelo CascavelCR

A duas rodadas para o fim da primeira fase do Campeonato Paranaense de Futebol 2020, o Cascavel Clube Recreativo, que viveu altos e baixos nestas nove rodadas disputadas, depende de si próprio para garantir a classificação para a próxima fase.

Foram longas quatro rodas, acumulando quatro derrotas consecutivas, que deixou o torcedor do Glorioso com pé atrás, torcendo por uma reação e, claro, temendo que a equipe não tivesse forças para escapar de um ‘iminente’ rebaixamento até aquela altura da competição. E um detalhe, foram quatro rodadas sem marcar gols.

A equipe precisou, então, mexer nos bastidores. Houve mudança de técnico, jogadores dispensados, jogadores contratados, equipe reorganizada e preparada para jogar conforme os planos do novo comandante, Ageu Gonçalves, que assumiu a vaga antes ocupada por Luis Miguel. Este importante trabalho de reorganização passou pelas mãos do gerente de futebol do Cascavel CR, Jailton Lopes, o Jajá. E as mudanças surtiram efeitos!

Foi apenas na quinta rodada que a Serpente Tricolor, enfim, desencantou. Venceu a equipe do Toledo, no ‘Clássico da Soja’, no Estádio Olímpico Regional’, por 1 a 0, com gol do atacante Rone. Foram os primeiros três pontinhos do CCR, o que embalava uma reação e dava esperanças aos torcedores.

Na rodada seguinte, empate sem gols diante do Londrina, fora de casa, grande resultado. Um pontinho a mais na bagagem.

O ápice da equipe nesta fase de crescimento dentro da competição veio em uma grande partida com cinco gols diante do Coritiba, no Estádio Olímpico, demonstrando mais uma vez a força do CCR dentro de casa. Vitória da Serpente por 3 a 2 com goles de Diego Lopes, Renê e Rone.

Neste momento da competição, o Cascavel CR já não estava mais na zona de rebaixamento e já almejava uma vaga entre os oito primeiros colocados, para a sequência do Estadual nas fases finais.

Um balde de água fria veio na rodada seguinte, quando a Serpente foi até a Arena da Baixada, em Curitiba, para enfrentar a equipe principal do Athlético Paranaense, que se preparava para estrear na Libertadores. O CCR foi goleado por 5 a 1. O gol do Glorioso foi mais uma vez marcado pelo atacante Rone.

A derrota sofrida para o Furacão na 8ª rodada interrompeu a grande reação da Serpente na competição, mas não tirou o foco da equipe em continuar buscando pelos pontos necessários para se afastar da ‘zona da degola’ e se garantir entre os classificados a segunda fase.

Na rodada passada, a 9ª desta primeira fase, o Cascavel CR voltou a jogar em casa, se impôs e goleou o União Beltrão por 3 a 0, com gols de Marcão, Lucy e de novo ele, Rone.

O atacante deixou sua marca em todas as partidas em que o CCR balançou as redes adversárias. Com isso, já aparece como vice artilheiro da competição com 4 gols marcados, empatado com Douglas Coutinho, do Operário e com o ex-atacante do FC Cascavel, Paulo Sérgio, que foi transferido para o ABC do Rio Grande do Norte. Os três ficam atrás apenas de Pedrinho, do Athlético, com 6 gols marcados, artilheiro isolado.

Este status conquistado por Rone como destaque do Cascavel CR acabou chamando a atenção de uma grande equipe do futebol brasileiro, a Chapecoense. A equipe verde e branca vive um mal momento no Campeonato Catarinense de Futebol. Houve, então, uma negociação entre a Chape e o Cascavel CR, que chegaram a um acordo para a transferência do atacante Rone para o futebol catarinense. A contratação foi encaminhada no último final de semana.

A última partida de Rone pelo CCR será neste sábado (7), em importantíssimo confronto diante do Cianorte pela 10ª rodada do Paranaense. O jogo será no Estádio Olímpico Regional, às 16h.

Será mais uma chance de Rone balançar as redes, fazer a alegria da torcida cascavelense e se despedir em alta. Em caso de vitória, o CCR ultrapassa justamente o adversário deste sábado, o Cianorte, na tabela de classificação e fica muito próximo de garantir a classificação.

Fonte: CGN

Related Posts

Facebook Comments