Em um duelo equilibrado e de alternâncias no placar até os minutos finais, o time masculino do projeto Novo Basquete Ponta Grossa/CCR RodoNorte (NBPG) foi superado pelo Santos (AP) na estreia da Supercopa do Brasil, realizada em Brusque (SC), pelo placar de 79 a 66 (36×37 no intervalo). Sem tempo para lamentar, a equipe de Ponta Grossa já mira o duelo decisivo contra o Vizinhança (DF), nesta quarta-feira (14), a partir das 14 horas. Todas as partidas são na Arena Brusque.

 

Logo após o revés contra a forte equipe amapaense, o técnico Ben Hur Chiconato avaliou o desempenho do NBPG/CCR RodoNorte. “Foi um último quarto muito infeliz da nossa parte, tivemos muitos erros no posicionamento de defesa e propiciamos muitos rebotes ofensivos para o time do Santos. Definitivamente não foi a estreia que nós esperávamos”, ressalta o comandante, que lembrou o fato do NBPG/CCR RodoNorte ter iniciado o último quarto com a vantagem de um ponto sobre o ‘Peixe da Amazônia’.

 

Em quadra, o cestinha da partida foi o armador ponta-grossense Lucas, com 21 pontos, seguido de perto pelo santista Michel, que marcou 20. “Temos que erguer a cabeça e batalhar até o final. A classificação ficou difícil, mas temos que ir pro choque, não pensar em outra coisa que não seja a vitória contra o Vizinhança”, afirma o camisa 9 do NBPG/CCR RodoNorte. Além de Lucas, pontuaram para os paranaenses os seguintes jogadores: Eric e Leo Dias (11), Cássio (8), Djair (7), Ralph (6) e Willians (2).

 

Desfalques

Enquanto o NBPG/CCR RodoNorte encarava o Santos (AP) em Brusque, o Departamento Médico da equipe de Ponta Grossa confirmava a ausência do lateral Lima para toda a Supercopa: o jogador sentiu uma lesão na panturrilha na segunda-feira (13) e precisará de uma recuperação estimada em 15 dias, o que tira qualquer possibilidade do camisa 8 integrar o NBPG/CCR RodoNorte no decorrer da competição. Além de Lima, o grupo já tinha os desfalques do armador Tainan, do lateral Gustavo Moreira e dos alas Max e Cleiton.

 

Related Posts

Facebook Comments